_____________________________________________
POSTS SOBRE: LIVROS :: O PSI RESPONDE :: CONTAR AOS PAIS :: VIAGENS :: ELEMENTOS DE PRAZER :: BARES GAY :: VÍDEOS
_____________________________________________
Podes seguir o blog através do twitter AQUI

Pesquisa personalizada
Quarta-feira, 3 de Setembro de 2008

"Está na cara!!!"

Há alguns dias atrás, fomos visitar uma querida amiga e o seu primeiro rebento, apenas com alguns dias de vida. Nesse encontro, em sua casa, estavam outras visitas, e entre essas um rapaz que (para mim) nitidamente era gay. Quando saimos dali eu e o lindo comentamos a mesma coisa, ou seja, que o rapaz era gay. Sabem como é? Aquele feeling, aqueles indícios que (nos) saltam à vista, a sensibilidade demonstrada, entre outras coisas! Certo é que regressei a casa dessa amiga, sem o lindo, e em conversa, na presençado papá babado, perguntei quem era aquele amigo gay. Eles sorriram e o papá disse de imediato "É meu amigo, é como um irmão! Ele não é gay, pelo menos nunca me o disse". Eu sorri e disse aquilo que para mim era óbvio "É óbvio que ele é gay, pode é nunca ter assumido ou então ele próprio não querer assumir para si mesmo!". O papá reafirmou que achava que ele não era, pois dos muitos anos de vivências em conjunto ele nunca partilhou isso com ele, mesmo estando à vontade para o fazer, e acabou por admitir que num momento complicado o tal rapaz,numa noite, foi deitar-se ao seu lado para chorar... E noutra ocasião (também conturbada) pediu-lhe a mão e andaram de mãos dadas... Caramba, para mim não há dúvidas que o rapaz é gay, "Está na cara!!!". Mas depois de saír dali fiquei a pensar até que ponto poderia estar certo ou errado... E no caso de estar certo, não conseguia imaginar o sofrimento do rapaz perante o seu grande amigo (o papá babado), escondendo o que para mim era uma paixão por ele... E que se calhar ainda se mantém... E se assim for, quando irá aquele rapaz assumir e ser feliz? Ou irá correr o risco de deixar passar anos da sua vida que nunca mais viverá? Conheço tantos casos assim, que me escrevem, e outros mesmo pessoalmente, e o resultado é sempre o mesmo "Perdi tanta coisa, durante tantos anos...".

 

Enfim... A realidade por vezes é triste...

 

sinto-me: rsrsrsrsrsr
publicado por cristms às 23:19
link do post | comentar | favorito
|
17 comentários:
De enGine throbs a 4 de Setembro de 2008 às 00:19
O mais chato é nós reconhecermos esses indícios e não podermos fazer nada para ajudar os outros...
Eu pelo menos passei pela fase de não assumir, mas agora que já passei para o lado verdadeiro da vida, sei que é bem melhor sermos verdadeiros connosco do que vivermos uma grande mentira.
Mas passar essa vivência a quem está fechado é muito difícil...

Dizem que os gays acham que todos os homens (que lhes interessam) são gays, mas eu não acho isso...
Eu acho que é pura e simplesmente uma questão de "It takes one to know one" e eu já tenho visto alguns por aí... mas sei por experiência própria que quem não quer sair do armário, não sai... por muito que os outros os incentivem...

Acho que o rapaz tem de ver a série Irmãos e Irmãs e tirar uma conclusões!


De Anónimo a 4 de Setembro de 2008 às 03:36
perdem-se tantos anos mesmo..
eu ainda me encontro a perde-los..

mas que fazer, se assim a dor já é tão pesada,
a rejeição/vergonha/diferença não podem ser assim tão compensatórias

às vezes penso que só bem longe daqui poderei ser feliz..

sería tão mais fácil ser hetero...
se isto fosse escolha.. :/

p.s.:gosto muito de ler estas tuas histórias


De enGine throbs a 5 de Setembro de 2008 às 02:04
Caro anónimo,
Eu ia escrever algo, mas por sorte encontrei algo melhor que mil palavras:
Armário: sair, nunca é demasiado tarde (http://andmyman.blogspot.com/2008/09/armrio-sair-nunca-demasiado-tarde.html) (andmyman.blogspot.com)


De Anónimo 2 a 7 de Setembro de 2008 às 03:34
Mas o problema é sempre: "Mas até que ponto vale a pena deitar grande parte da minha vida para trás?!"

É que para todos os efeitos eu sou o dito "exemplo" a nivel social, que toda a gente gostava de ser, menos eu.
Modéstia à parte, tanto eu, como os outros me consideram uma rapaz bastante 'giro', engraçado, etc. Depois a grande maioria dos meus amigos de longa data e com os quais eu passo grande parte do meu tempo são rapazes, que eu presumo serem todos hetero. Inclusive já tive namoradas, e quem me conhece, seja gay ou não, tenho a certeza que é quase impossível me identificar como tal.

Depois vem o típico problema dos pais, que nunca na vida lhes passaria pela cabeça que têm um filho gay dentro de casa.. e mesmo depois de lhes contar acho que não iam acreditar na mesma. Quanto à reacção, prefiro não pensar, lá se ia a minha boa vida.

Perante tudo isto, com apenas 19 anos, não posso dizer que sou infeliz, adoro ir sair com todos os meus amigos, quero continuar a viver em minha casa, e vejo a minha felicidade no campo amoroso apenas adiada, porque não estou a ver até que ponto vou conseguir namorar, ter relações, seja o que for, com raparigas, que apesar de não desgostar, não amo, não sinto nada, e no fim, quem fica com os remorsos por não conseguir corresponder, sou eu.

É pena vivermos numa sociedade tão fechada e 80% das pessoas não perceberem uma coisa tão simples como: eu não sou assim porque quero, porque me apetece gostar de gajos (até porque o meu irmão teve a mesma educação que eu, e duvido seriamente que seja gay). Simplesmente vejo-os de uma maneira que não consigo ver uma rapariga, a minha pulsação altera quando estou com alguém que me interessa, mas ao mesmo tempo, ter que reprimir aquela reacção e agir com a maior naturalidade possível... é do pior que pode acontecer.

Aposto que todos vocês sabem o que isso é


De Anónimo a 8 de Setembro de 2008 às 01:46
revejo-me completamente no teu comentário


De enGine throbs a 9 de Setembro de 2008 às 01:16
Infelizmente é verdade que a sociedade é fechada, mas nós ainda não fomos capazes de ganhar coragem de confirmar a nossa existência...
E porquê? Porque ainda existem muitos gays "presos" ao velho modo de pensar... que reprimem os seus sentimentos, que casam, que enganam, etc... (bem isso também acontece com os heteros )

Há muita confusão na cabeça dos velhotes e é muito importante que os gays mais novos sejam verdadeiros consigo próprios!

"Mas até que ponto vale a pena deitar grande parte da minha vida para trás?!"
É que para todos os efeitos eu sou o dito "exemplo" a nível social, que toda a gente gostava de ser, menos eu."

Eu respondo-te com uma questão (eu sei que não se faz, mas vou fazer):
Se tu não gostas de ser esse "exemplo", porque tens medo em deitar essa "grande" parte da tua vida (com 19 anos não é grande, desculpa ) ?
Queres ser actor e viver uma vida que não é a tua?
Como tu dizes "ter que reprimir aquela reacção e agir com a maior naturalidade possível... é do pior que pode acontecer."
E se é tolerável quando se tem 19 anos, deixa de o ser quando fores mais velho...

De uma coisa te garanto:
- Um gay debaixo de uma camada de hetero, rodeado de família e velhos amigos de infância ou
- Um gay assumido consigo (ou seja que que se sinta bem consigo e queria seguir a sua natureza) mas sem a família e os velhos amigos de infância,

Ambos se sentem sozinhos no Mundo, mas aquele último é o único que se sente bem consigo próprio... e se é para estar sozinho no Mundo, então que estejamos de bem connosco.


De Anónimo 2 a 9 de Setembro de 2008 às 03:34
Antes de mais obrigado pela resposta ao comentário.

A questão aqui é muito simples: eu concordo com tudo o que tu dizes e penso exactamente da mesma forma, no entanto, não sei até que ponto tenho coragem suficiente (pelo menos para já) para destruir toda a imagem que eu cuidadosamente criei.
Mas também não podemos extrapolar. Eu não sou a minha orientação sexual, ninguém é. A única coisa que é mentira em mim, é tudo o que diz respeito à repressão dos meus sentimentos; isto tudo para dizer, que apenas são actor em certas situações (e que admito, me custa bastante).

Mas para já ainda não há muito a fazer. Não tenho autonomia, ainda ando na faculdade, o que dificulta muito a tarefa de assumir seja o que for. Para já, se alguma vez se tiver que se passar alguma coisa, terá de ser off the record.

São ainda muitas questões para eu conseguir lidar. É ainda tudo muito confuso para mim e torna-se ainda mais complicado quando eu não me revejo no estereótipo que eu tenho de um homossexual. Embora todos os dias tente aos poucos mudar essa ideia, e pensar que há pessoas com um ar completamente natural e que passam sem dúvida por hetero, que não o são. Complicação...

Abraços e obrigado


De enGine throbs a 9 de Setembro de 2008 às 04:09
Não tenho nada, mas mesmo nada, contra o que tu escreves...
Eu já passei por essa fase e revejo-me nas tuas palavras:
"para destruir toda a imagem que eu cuidadosamente criei."
eu imaginava-me como uma cebola, com muitas camadas de defesas e manobras de diversão... Se conseguissem penetrar no nível 1, logo saltava o nível de defesa 2...
Ninguém podia saber que eu era gay... era o fim do mundo!!!!!!

"A única coisa que é mentira em mim, é tudo o que diz respeito à repressão dos meus sentimentos; isto tudo para dizer, que apenas são actor em certas situações (e que admito, me custa bastante)."
E o problema é que, com o passar do tempo, essas defesas vão começar a pesar...
Reprimir sentimentos é mau... também não estou a dizer para andares de mãos dadas com o primeiro gajo que te apeteça (é uma pequena provocação... )
Mas que te pode minar lentamente a cabeça, pode...
Imagina que hoje vens um rapaz que é interessante física e intelectualmente, com o qual gostarias de conversar, conviver, etc e pensas: ainda sou jovem, vou ter outras oportunidades... não vou destruir a minha imagem... Vais pensar isso até quando? Aos 30?
De outro lado, os heteros estão a borrifar para a sua aparência de hetero, porque é a deles... Numa sociedade avançada, tu também deverias ter esse direito: viveres a tua aparência de gay!
Daí que é importante assegurares de que não reprimes aquilo que és... porque se não fores aquilo que és... NÃO ÉS!

"Para já, se alguma vez se tiver que se passar alguma coisa, terá de ser off the record."
Claro que não tens de te assumir amanhã... e muito menos no Natal! NUNCA EM DATAS FESTIVAS!
Achas que eu faço on the record? Vivemos ambos no mesmo país....

"...eu não me revejo no estereótipo que eu tenho de um homossexual." "...há pessoas com um ar completamente natural e que passam sem dúvida por hetero, que não o são."
Essas complicações não acabam cedo...
Houve pessoas a quem eu contei que era gay,
Eu ainda passo por elas, TODOS OS DIAS e escrevo sobre elas... às vezes na tentativa de obter respostas e na falta destas como forma de escape e de tentar procurar novos caminhos, se bem que eu sinta que às vezes ando às voltas...

escrevi muito... e ainda escrevia mais!


De Anónimo a 10 de Setembro de 2008 às 00:04
- Um gay debaixo de uma camada de hetero, rodeado de família e velhos amigos de infância
- Um gay assumido consigo mas sem a família e os velhos amigos de infância,

Ambos se sentem sozinhos no Mundo, mas aquele último é o único que se sente bem consigo próprio...


foi das melhores mensagens que já li..
bem pensado

(por mim podes continuar a escrever. fico deliciado ao ler os teus posts)


De enGine throbs a 10 de Setembro de 2008 às 00:18
A minha mensagem é fruto de experiência própria e o mínimo que posso fazer é passá-la aos outros que estão no armário, para que eles ganhem coragem e se sintam bem consigo próprios.
Nós não temos nada de mal, nós não temos nenhum problema... se respeitarmos os outros, os outros também deveriam respeitar-nos!
E tanto há brogessos heterossexuais como brogessos gays (coisa que descobri recentemente, pois pensava que a descriminação a que somos sujeitos pudesse ser um factor para aumentar a nossa tolerância perante os outros... enganei-me e já aprendi a lição).

E para que um dia desapareçam os Anónimos e Anónimos 2... e apareçam nicks que reflictam a sua identidade! A net permite essa liberdade "reservada": aproveitem-na!


De P.M a 7 de Setembro de 2008 às 19:30
Pois dizem que sim, que um gay facilmente reconhece outro.
Mas cheira-me a preconceito que um homem pelo simples facto de chorar no ombro de um amigo ou pedir-lhe para lhe dar a mão seja sinal de homossexualidade.
“”foi deitar-se ao seu lado para chorar... E noutra ocasião (também conturbada) pediu-lhe a mão e andaram de mãos dadas... Caramba, para mim não há dúvidas que o rapaz é gay, "Está na cara!!!".””
Ou seja um homem hetero não pode ser sensível?
Ai o que tenho andado a perder não vindo aqui:)
Uma beijoca grande
Paula
PS: gostava que me esclarecesses se possível se só os gays são sensíveis


De Felipe Nunes a 8 de Setembro de 2008 às 00:04
Olá Paula,

Desculpe responder-lhe ao comentário. Perdoe-me essa insolência.

A verdade é que dizem que um gay facilmente reconhece outro, mas tenho amig@os hetero que às vezes têm mais pontaria que eu! A isso chamamos gaydar - gay + radar!

Pelo que li do texto não me parece de todo que seja preconceito! Um homem hetero pode ser sensível até porque há homens gay muito insensíveis!

Um beijo Paula,

Aquele abraço,
Auf Wiedersehen,
f n


De P.M a 8 de Setembro de 2008 às 00:24
Olá Filipe
Já ouvi falar desse gaydar - gay + radar!
O que eu quis dizer é que a sensibilidade de cad um de nós não tem nada a ver com a orientação sexual, certo?
Confesso que era uma pequena provocação ao “dono” do blog , queria a opinião dele:)
Um beijo para ti também e obrigado pela simpatia
Paula


De cristms a 8 de Setembro de 2008 às 21:20
Olaré!
Cá venho eu responder ao desafio da PM respondendo à "provocação"...
Sim, qualquer homem pode ser sensível... Qualquer homem pode chorar... Já pedir para andar de mãos dadas não me parece que tenha a ver com sensibilidade, mas sim com contacto físico e sentir segurança... Não me diga, cara PM, que o seu filho anda de mãos dadas pela rua porque é sensível?! Ai ai ai! E vir-se aninhar ao lado, na cama, a chorar, pode de facto ser interpretado de várias formas, mas mesmo tendo-se uma grande amizade, não sei se poderia ser tido como (apenas) uma grande sensibilidade! A PM ainda não quer reconhecer certos sinais, que (quase) são óbvios! Aconteceu o mesmo com o T? :)))

Beijo grande!
cristms


De P.M a 8 de Setembro de 2008 às 23:36
Primeiro um beijo e gracias pela resposta
No meu ponto de vista qualquer homem pode querer um ombro para chorar e precisar de um contacto físico, é próprio do ser humano . não julgue o meu amigo que isso é um exclusivo “gay”
A ultima parte foi golpe baixo..:))
Um beijo



De enGine throbs a 9 de Setembro de 2008 às 01:26
Pode-se chamar preconceito, sim...
Pode-se chamar modelo-tipo....
Nós incorporamos aquilo que a sociedade nos diz que é comum, norma, aceitável...

Mas eu nunca andaria de mão dada com um homem, a não ser eu EU estivesse interessado nele!

Mas o radar gay não é uma ciência absoluta...
Eu já tive exemplos de gajos dizerem que eu era mais giro há uns anos atrás ou que os meus óculos novos me ficavam melhor...
(voltamos ao mesmo: eu só faria isso a uma gajo por quem estivesse interessado... acho)

Concordo com o Filipe... "há homens gay muito insensíveis!" mas esses topam-se também à distância!


De themirror a 17 de Novembro de 2008 às 14:05
"Concordo com o Filipe... "há homens gay muito insensíveis!" mas esses topam-se também à distância!"

E topam-se através de...? E porquê?

Foi algo que sempre quis definir e materializar e que nunca soube.


Comentar post



referer referrer referers referrers http_referer

Lisbon Apartment for rent/holidays
- Gay Friendly -

OS MAIS LIDOS

 

1.FOTOGRAFIA... Ao PÉNIS!
2.DEPILAÇÃO MASCULINA
3.AUTO-PENETRAÇÃO/FELAÇÃO
4.SEXO GAY
5.PRAIAS DE NUDISMO (ALGARVE) 
6.COMO É QUE UM TRAVESTI ESCONDE O PÉNIS?
7.POPPERS
8.SEXO A 3 OU MAIS...
9.GOSTAR DE HOMENS + VELHOS
10.SADOMASOQUISMO
11.VERÃO :: PRAIA :: NUDISMO
Última Act.: 12-08-2009

 

 

English Version



Free Web Counters

Adicionar a Favoritos




Email do Blog

BlogSerGay@Hotmail.com

OS MAIS LIDOS

 

1.FOTOGRAFIA... Ao PÉNIS!
2.DEPILAÇÃO MASCULINA
3.AUTO-PENETRAÇÃO/FELAÇÃO
4.SEXO GAY
5.PRAIAS DE NUDISMO (ALGARVE) 
6.COMO É QUE UM TRAVESTI ESCONDE O PÉNIS?
7.POPPERS
8.SEXO A 3 OU MAIS...
9.GOSTAR DE HOMENS + VELHOS
10.SADOMASOQUISMO
11.VERÃO :: PRAIA :: NUDISMO
Última Act.: 12-08-2009

 

 

Google Earth GAY


(Se não tens o Google Earth, faz download AQUI e depois basta clicar nos links abaixo)
BARES
O Bico, Gayleria - Lisboa

Meeting Point - Lisboa

106 - Lisboa

HERÓIS - Lisboa

PORTAS LARGAS - Lisboa

BRIC A BAR- Lisboa

FINALMENTE - Lisboa

MAX - Lisboa

DISCOTECAS
TRUMPS - Lisboa

FRÁGIL - Lisboa

MISTER GAY - Costa da Caparica

PRAIAS
FONTE DA TELHA - Costa da Caparica

Praia 19 - Costa da Caparica

MECO - Aldeia do Meco


COSTA VICENTINA

Praia do Malhão

Praia de Odeceixe

Praia de Vila Nova de Mil Fontes

 


ALGARVE

Praia da Ilha Armona

Praia Pinheiros

Praia Cabanas Velhas

Praia Meia Praia

Praia das Furnas

Praia do Zavial

Prainha

Praia Beliche

Praia Grande

SAUNAS
GRECUS - Lisboa

SPARTACUS - Lisboa

TROMBETA BATH - Lisboa

RESTAURANTES
PÔE-TE NA BICHA - Lisboa

BICA DO SAPATO - Lisboa

BRASILEIRA - Lisboa

ALOJAMENTO
AS JANELAS VERDES - Lisboa

Hotel ANJO AZUL - Lisboa


LINKS
Ovelha Tresmalhada
Cinema Gay
Provoca-me!!!
Sexual Feeling
Perfeito Vazio
Eu por aqui...gay
O Mundo Gay (quase) Perfeito
Comportamentos de um rapaz difícil
Me Myself And I
Adolescente Gay
Histórias de Un Mira
Confissões aos (quase) 30
Tongzhi
Minha Luz
WhyNotNow
ALL OF ME
só mais uma gayja
Herejes
2 Homens 1 Vida
O outro lado
O Meu Lado B
Sapato de Cristal
MOGAYDOURO
Felizes Juntos
Nunca caí aqui
As faces de Morgan/a...
Individual(mente)
David e Marco
LusoBoy
DE CORPO E ALMA
FARPAS e BITAITES
VERSATILIDADES
HOMEM, HOMOSSEXUAL e PAI
Je Bois
Blog do Armário
Nuba
H2OMENS
O Sétimo Continente
CO-MYX-TURA
Boyzitu
[NobodysBitcho]
Blog Gay
Single White Male
ALGARVE GAY
MADONNA
GAYLERIA

LISTA COMPLETA


TAGS

à mesa(6)

adopção(47)

amigos(35)

amor(72)

artistas(131)

associações lgbt(22)

bares gay(39)

bissexualidade(15)

blog(89)

bullying(5)

casamentos(148)

casamentos gay(125)

cinema(29)

com out(19)

comentario off the record(12)

compras(20)

concursos(20)

contar aos pais(40)

discriminação(219)

educação(17)

elementos de prazer(17)

encontros(13)

eventos(17)

eventos lgbt(28)

família(99)

Família(29)

filmes(22)

filmes gay(10)

fotografia(20)

gay(320)

gay friendly(6)

hiv(9)

homofobia(142)

homoparentalidade(45)

homossexual(259)

homossexualidade(328)

humor(98)

igreja(11)

igualdade(14)

imprensa(36)

informática(5)

jantar convívio(9)

lazer(7)

lésbicas(51)

lgbt(25)

literatura(19)

livros(22)

moda(12)

movimentos gay(6)

música(35)

noite(103)

notícias(281)

Notícias(27)

nutricionismo(7)

o casamento dos lindos(33)

o psi responde(20)

off the record(7)

orientação sexual(7)

partilha-te(6)

passatempos(21)

pensamentos(18)

perguntas(48)

pessoal(442)

poemas(6)

poesia(6)

política(68)

power man 2010(13)

preconceito(11)

psicologia(36)

publicidade(55)

relação(110)

Relação(18)

religião(12)

restaurantes(19)

revista(12)

roupa(7)

roupa interior(6)

saír do armário(34)

sandy(11)

saúde(92)

ser gay(12)

sexo(285)

sexo anal(12)

sexologia(55)

sexualidade(156)

sexy(13)

sida(11)

sociedade(262)

sondagens(45)

teatro(43)

teatro amador(9)

televisão(79)

Televisão(10)

tita(6)

trabalho(32)

transgéneros(18)

transsexuais(26)

travestis(13)

viagens(94)

vídeos(110)

todas as tags

Pub...

<-- PUB -->
O blog em nºs...


Arquivos

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Junho 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Janeiro 2004

Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


subscrever feeds

pesquisar