_____________________________________________
POSTS SOBRE: LIVROS :: O PSI RESPONDE :: CONTAR AOS PAIS :: VIAGENS :: ELEMENTOS DE PRAZER :: BARES GAY :: VÍDEOS
_____________________________________________
Podes seguir o blog através do twitter AQUI

Pesquisa personalizada
Sexta-feira, 28 de Novembro de 2008

SER GAY, também é isto...

Todos sabemos que o "mundo gay" não é feito de histórias cor-de-rosa, bem pelo contrário, existem muitas histórias conhecidas, muitas mais desconhecidas e outras que os leitores me vão mandando, que retratam uma realidade triste... Muitas vezes postos na rua pela própria família, obrigados a procurar meios de subsistência (nem sempre os melhores), como a prostituição... Outros, que não conseguem ou querem manter relações mais sérias, entregam-se na mão de exploradores e aproveitadores, onde a promiscuidade prevalece... Cenários tristes que felizmente nunca fizeram parte da minha vida, mas que pessoalmente me foram contados na primeira pessoa... O meu lindo hoje presenteou-me com um vídeo que muitos com certeza já viram mas que para nós foi uma novidade... Vencedor em vários festivais, retrata o outro lado da vida gay, obscuro, triste... Partilho agora o vídeo que embora um pouco longo vale a pena ser visto... Espero que gostem...</p>

 

 


Con qué la lavaré
Enviado por hefestion06
sinto-me: pensativo!
publicado por cristms às 21:21
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 27 de Novembro de 2008

Um Natal diferente...

O fim de semana passado, eu e o lindo decidimos fazer a árvore de Natal cá em casa... A mudança de casa, exigiu uma árvore um pouco maior da que tinhamos antes e isso fez-nos andar por aí de loja em loja à procura da melhor relação preço/qualidade. Lá descobrimos uma árvore que nos satisfez, e ao montá-la aqui na sala, apercebemo-nos que se calhar tinhamos exagerado no tamanho, pois por pouco a árvore não bate no tecto! Para além de ter sido engraçado fazermos a primeira árvore nesta casa, gostei particularmente de ver o lindo a cantarolar músicas de Natal... Se não tivesse ouvido não iria acreditar... Para o lindo o Natal, nos anos passados, desde que perdeu a sua mãe, perdeu o encanto... Mas com a nova família, a minha, que sempre festejou com grande festa o Natal, as coisas foram mudando, e este ano, contra o que algum dia tinha pensado, o Natal vai passar-se em família aqui na nossa casa! Acho que para além de ser a primeira vez tem também um significado simbólico, pois, há pouco mais de dois anos talvez, era impensável isto acontecer. Este ano, por proposta do meu irmão e com os meus pais a concordar, ficou decidido que a festa será aqui no nosso "ninho". E se normalmente sou eu que me entusiasmo mais com os festejos, porque normalmente significa ir para a minha aldeia onde cheira verdadeiramente a Natal (não sei explicar bem, mas é diferente!), este ano sinto o lindo mais entusiasmado que eu! Fico muito feliz com isso... O Natal, para mim, não se trata de celebrar o nascimento de Jesus, pois (já) não me considero católico não praticante, sinto-me mais ateu, mas aproveito esta época para reforçar os espírito familiar, a união, fortalecimento e reconhecimento dos laços que nos unem... As prendas são um promenor no meio disto tudo... O que interessa realmente é chegarmos ao final do ano com a sensação de que, embora mais um ano esteja a terminar (e como passou rápido!!!), estamos felizes e podemos olhar para trás e ver que foi (mais) um ano que valeu a pena!

A foto que mostro é da nossa árvore, porém inacabada, porque ainda queremos dar uns retoques!

sinto-me: a fazer de Pai Natal!
publicado por cristms às 22:58
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quarta-feira, 26 de Novembro de 2008

Discriminado novamente...?

Há bastante tempo que tinha decidido que me haveria de tornar doador de medula óssea, caso isso pudesse ajudar alguém. O fim de semana que passou vi uma reportagem na televisão, que explicava o processo e a evolução em Portugal do número de dadores e do quão importante pode ser para alguém achar um dador compatível. Naquele momento disse ao lindo que esta semana trataria disso, e assim fiz. Consultei alguma informação na net, em especial o sítio da CEDACE (Centro Nacional de Dadores de Células de Medula Óssea, Estaminais ou de Sangue do Cordão), no qual se pode ler alguma informação sobre o assunto e sobre como nos podemos tornar dadores. O primeiro passo é fazer download do formulário, preencher e enviar por correio para o Centro. Foi o que fiz.. Mas, mais uma vez uma pergunta incómoda que não sabia muito bem como responder: "Alguma vez foi recusado como dador de sangue? Se sim, diga o motivo". Pergunta simples, é certo, não fosse eu já ter sido de facto recusado como dador de sangue, pelo motivo de ser homossexual (quem estiver interessado na história pode ver AQUI), experiência aliás que se veio a revelar como a primeira e única (até ao momento) discriminação pela minha orientação sexual. Quando li a pergunta, mais uma vez as dúvidas vieram: "Digo a verdade? Minto?". Por um lado sou apologista da verdade, até porque não sei se este Centro terá acesso à base de dados de dadores de sangue, onde por certo devo estar referenciado como dador recusado, e mentindo, e descobrindo-se a mentira, todas as respostas poderiam ser postas em causa e aí sim nunca seria admitido como dador. Por outro lado, ao dizer a verdade pode ser interpretado de duas formas: "Se disser a verdade, existe a probabilidade de ser recusado novamente, mas pelo menos tentei!" ou então "Não tenho nada que mentir e é um absurdo pensar que vou ser novamente discriminado!". Bom, depois de reflectir escrevi a verdade no formulário, ou seja, que já tinha sido recusado como dador de sangue devido a ser homossexual. Aguardo agora por feedback, se é que o vou obter...

sinto-me: Intrigado!
publicado por cristms às 23:06
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Segunda-feira, 24 de Novembro de 2008

Sondagens no blog XXXI - "Achas que a tua educação influenciou a tua orientação sexual?"

Termina mais uma sondagem, que questionava se a educação de cada um influencia a orientação sexual do indivíduo. Dos 346 votos recebidos, a grande maioria, 59%, votou na resposta "NÃO". Mesmo assim, e para meu espanto, 28% dos votantes escolheu a resposta "SIM". Uma minoria (12%) tem dúvidas e responde "TALVEZ". Já aqui abordei várias vezes este assunto, e na rubrica O PSI RESPONDE também o tema já foi abordado. Na minha opinião, e da minha experiência pessoal, a minha resposta é NÃO. Tenho um irmão mais velho, que teve a mesma educação que eu e é heterossexual. A diferença, é que os meus pais queriam muito que eu fosse uma menina, e acredito, que algumas vezes a minha mãe se tenha esquecido de que eu era rapaz... Digo isso, porque quando ela me via a lavar a roupa, a querer estar apenas com meninas, a querer fazer outras coisas mais comuns entre meninas, ela nunca terá desconfiado... Eu acho que desconfiaria, aliás, soube algumas histórias há pouco tempo, de mães/pais que já desconfiam que os seus pequenos têem algumas tendências, que em tudo se parecem com as minhas vivências de puto, e que acabaram por se confirmar com o assumir da minha homossexualidade. E por isso, esses pais, já se interrogam e procuram saber como lidar com a situação... Daí eu ser veemente contra a chamar-se uma OPÇÃO sexual. Para mim não é uma opção mas sim uma ORIENTAÇÃO que já nasce com o indivíduo, assim como o heterossexual gosta de mulheres e não sabe explicar o porquê, um homossexual gosta de homens também sem saber o porquê!

 

Está aberta uma nova sondagem, já relacionada com o Natal(daqui a um mês) e que procura saber quem vai este Natal estar no "armário" ou pelo contrário já saiu do "armário"! Ah, também há os que não têem "armário".... VOTA! OPINA!

 

 

Todas as sondagens do blog podem ser lidas AQUI

 

 

sinto-me: bem educado!
publicado por cristms às 23:50
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 21 de Novembro de 2008

"Correr com tesouras"

É o nome do último livro que li, enquanto estivemos de férias, do autor AUGUSTEN BURROUGHS... Relata a história de um adolescente, filho de pais divorciados, mãe lésbica, e ele próprio homossexual. As aventuras e desventuras com o retrato de uma infância/adolescência nada linear, e que também aborda o "saír do armário" e as vivências no seio de uma família onde a palavra de ordem é a LIBERDADE... O confronto de ideias sem "filtros" são apresentados de uma forma muito crua e que nos obriga a nós próprios pensarmos sobre alguns assuntos, que por vezes nos passam despercebidos.

Fica mais uma sugestão!

 

 

Todos os posts sobre livros podem ser lidos AQUI

sinto-me: a correr!!!
publicado por cristms às 20:04
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 19 de Novembro de 2008

O PSI RESPONDE IX - Saír do armário!

 "Saír do armário" continua a ser um drama para muita gente... Se disso tivesse dúvidas, os emails que recebo não me deixam ter essa ilusão. Hoje publico as dúvidas de alguns leitores, colocadas ao PSI, e que poderão reflectir o sentimento de muitos. As respostas podem ajudar! O "canal" continua aberto para quem quer colocar questões ao PSIcólogo aqui do blog SER GAY, basta para isso enviarem um email para BlogSerGay@hotmail.com. O anonimato é garantido e a resposta também!

 

Leitora :

Olá PSI =)

Eu sou uma rapariga de 16 anos, bissexual. Mas não me consigo assumir, há anos que brinco com o assunto junto dos meus amigos, mas quando algum deles me pergunta "Mas és mesmo?" eu respondo sempre "Não! Achas mesmo?" não tenho coragem, tenho a certeza que eles iriam aceitar, mas tenho medo que pensem que mudei, que não me encarem da mesma forma. 

Já em relação à famila a questão nem se coloca, não seria capaz, pelo menos nesta altura e até me foi aconselhado a não o fazer até ter 18 anos. 

Eu tenho vontade de me assumir, eu tenho orgulho do que sou, mas não aguento a ideia de poder magoar aqueles que amo, tenho medo de ser demasiado egoísta.

Se nunca me conseguir assumir, perante os meus amigos e a minha familia, vai ser injusto para comigo e para com eles não é?

 

PSI:

Os sentimentos que tem em relação ao assumir-se são perfeitamente normais. Surgem devido à educação (carregada de padrões heterossexuais) que a sociedade tem vindo a impor até os dias de hoje. 

É natural que ache que os seus amigos pensem que mudou. Não deixa de ser mentira, pois também eles mudaram. Nenhum de nós pensa como o faziamos há um ano, vamos alterando opiniões acerca das coisas. Vamos crescendo. Mas tenha a certeza que aqueles que realmente gostam de si, não vão mudar o que pensam de si, provavelmente até vão sentir-se mais próximos de si devido à confiança que lhes está a depositar. Os que mudarem, será que eram realmente seus amigos? Será que a sua sexualidade é algo tão importante na sua relação com as pessoas que a rodeiam? Ou apenas diz respeito àqueles com quem a partilha intimamente? Não lhe parece a sua sexualidade é apenas m pormenor da sua vida? Não a define como ser humano. 

Quanto à sua familia, aconselho-a de facto a não o fazer antes dos 18 anos, pois os pais não estão preparados para receber essa informação e nunca sabem como lidar com ela. Com o tempo acabam por aceitar e perceber que a sexualidade não define a filha deles como pessoa, mas até lá o percurso pode ser algo perturbador para si, nomeadamente nas atitudes que podem tomar, como impedi-la de sair de casa com os amigos/as para se divertir, por exemplo. 

Dou-lhe os parabens por se sentir orgulhosa da pessoa que é. Não se sinta egoista por não querer viver na mentira. Afinal de contas, os heterossexuais também não vivem na mentira e não se sentem egoístas por isso. E se pensa que pode magoar alguém, reflita numa coisa: magoar porque? vai bater em alguém? vai roubar? vai agredir alguém? como pode magoar alguém com uma coisa que é unica e exclusivamente sua e que não diz respeito a mais ninguém?

E, tal como diz, se nunca se assumir, vai ser injusto para consigo e para com todos os que ama, pois afinal a viverá sempre mentindo-lhes, "escondendo-se" como se algum crime estivesse comentendo.

Sempre ao dispôr

O psi

 

 

LEITOR:

 

Olá!

 

Primeiro gostava de dar-lhe os Parabéns pelo maravilhoso BLOGUE. Sou visitante assíduo pq identifico-me com o conteúdo. E, como tal, gostava de partilhar a minha história k não é diferente das mitas que por aqui passam, mas que diferente dos outros, eu já tenho resposta para as minhas perguntas e vou fazer aquilo que a minha cabeça diz.

 

Sou jovem, fiz a pouco tempo 33 anos e sou solteiro. Sou formado, com um emprego firme e bem remunerado. Profissionalmente considero-me realizado. Fisicamente sou alto(1.82), 82 kilos bem distribuidos e sou bonito. Sei bem disso porque raramente passo despercebido em qualquer local. Sinto claramente o assédio(mais das mulheres do que dos homens, mas sei que eles são muito discretos!). Sempre senti-me atraído por homens, desde a minha infância que foi assim e hoje, aprendi a viver com esse meu sentimento secreto. Quem olha para mim dificilmente vê um gay, pois nunca o demonstrei. Desde a adolescência que tive namoradas e até hoje relaciono-me com mulheres. Tenho e sempre tive relações sexuais com elas e sempre as satisfiz e satisfiz-me. Só não me casei para completar essa minha capa porque o meu maior receio é perder a minha privacidade, lá onde me encontro com o meu EU. Lá onde sou aquilo que realmente sou: UM HOMEM QUE GOSTA DE HOMENS!

 

A pergunta é: ATÉ QUANDO IREI ESCONDER A MINHA OPÇÃO SEXUAL? ATÉ QUANDO IREI VIVER COM ESSE SENTIMENTO ESCONDIDO? SOU FELIZ?

A resposta: ATÉ SEMPRE! SOU FELIZ DO MEU JEITO TORTO.

 

A explicação é a seguinte: 

Viví todos estes anos escondendo isso que acabou por tornar-se tão pessoal como o facto sentar-me numa sanita a fazer necessidades maiores! Toda gente faz necessidades maiores e ninguém vai a rua fazer ou dizer k fez. Não há necessidade!  Então, o meu sentimento da porta para fora é aquele que as pessoas esperam ver e não faço nenhum esforço para isso porque eduquei-me assim. É como se fosse uma realização pessoal ir para a rua, local de trabalho, noitadas e as pessoas olharem-me com admiração como tem sido até hoje. Porque eu perderia essa admiração que sempre almejei?!

 

Quanto a minha parte pessoal, a realização sexual com um homem, tenho tido relações homossexuais e gosto de praticar sexo com outros homens mas também percebi que nesse aspecto não pretendo unir-me a nenhum homem para o resto dos meus dias porque dá uma espécie de vazio.

A verdade é que adoro aqueles olhares furtivos, aquela troca de olhares, aqueles flashes típicos de quem quer, que fazem permanecer num local mesmo quando já nada mais há. Adoro seguir por um local só para cruzar-me com aquele homem que faz o coração palpitar e o sexo inchar. Posso ir até a cama, mas daí a namorar ou a viver junto, está fora de questão.

Sinto-me feliz com a minha sexualidade, as minhas relações sexuais e  não pretendo mudar. Acham que há em mim algo de errado?

 

PSI: 

Pergunta se há algo de errado consigo? 

Em primeiro lugar, nada está errado desde que se sinta feliz assim. Se está a viver a sua vida como pretende e isso o faz feliz, nada pode estar errado.

no entanto e, em segundo lugar, parece-me que se estivesse feliz e se sentisse bem consigo, porque estaria a questioar terceiros se há algo de rrado consigo? Porque razão se questiona? Será que essa dúvida pode ser interpretada com alguma insatisfação ou desejo de mudança?

Cabe-lhe a si responder e ponderar os aspectos integrantes da sua felicidade.

 

Abraço

O Psi

 

Todos os posts da rubrica O PSI RESPONDE pode ser vista AQUI

sinto-me: Fora do armário!
publicado por cristms às 20:12
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Segunda-feira, 17 de Novembro de 2008

Masturbação e Relação

 Talvez com alguma inocência da minha parte, antes de ter conhecido o lindo, pensava que no dia em que encontrasse a minha cara metade, a masturbação (quase diária) que eu quase achava doentia, iria deixar de ter sentido... Ontem, o assunto foi abordado no programa da avó Sue (senhora com avançada idade mas com uma abertura mental e um poder de comunicação extraordinários), a passar na SIC Mulher, onde uma rapariga perguntava de deveria ficar fula por ter apanhado o seu marido a masturbar-se quando estava grávida, e após o parto. A resposta não podia ser mais directa e concreta: "NÃO!". Segundo a Sue, e eu também concordo, a masturbação e a relação sexual com o parceiro não competem uma com a outra, mas sim complementam-se! Aliás, ao que parece, uma maioria dos homens fá-lo durante toda a vida, talvez para ajudar a um equilíbrio mental... Eu assumo que também o faço, mesmo tendo antes pensado que não faria sentido, a verdade é que por vezes acontece. Ao início questionava-me do porquê, mas agora assumo isso com naturalidade...

 

:)

sinto-me: óptimo!
publicado por cristms às 20:24
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 15 de Novembro de 2008

Novo brinquedo... fora do quarto!

Ontem foi dia de comprar o novo brinquedo cá de casa, um novo portátil para substituir o já acabado Portatil velho, que acabou por se apagar de vez há algumas semanas, e que de uma certa forma também condicionou um pouco a minha disponibilidade para postar. Mas ontem, voltamos a ter computador portátil, e a escolha recaiu sobre um SONY VAIO, agora muito na moda, e por um preço bastante interessantes (499 euros). Foi uma saga para encontrar um numa loja mas lá consegui! A decisão que já estava tomada e que agora é assumida é a de que o portátil não entra no quarto, como já começava a tornar-se um hábito. Foi uma decisão unânime e pensamos que a mais adequada, visto que no quarto há coisas mais interessantes para ver e fazer!

 

;)

 

VAIO com dios! Ehehe!

 

sinto-me: uma criança!
publicado por cristms às 20:30
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quinta-feira, 13 de Novembro de 2008

Estudo aponta para visão positiva de famílias homoparentais

 Um estudo sobre a forma como em Portugal a sociedade vê as famílias homoparentais aponta para uma «visão muito positiva», disse à Lusa o responsável pela investigação.

«De uma forma geral, os futuros técnicos das áreas sociais têm atitudes muito positivas perante a homoparentalidade», disse à Lusa Jorge Gato, investigador na Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto.

Autor da primeira tese de doutoramento realizado em Portugal sobre homoparentalidade, Jorge Gato, no trabalho que está a desenvolver, concluiu que as atitudes dos técnicos são «ainda mais positivas nos casos em que a homoparentalidade é feminina».

O estudo pretende saber qual a atitude dos técnicos psicossociais como professores, médicos e assistentes sociais.

 

«Pretendo saber o que pensam os alunos destes cursos que, futuramente, vão trabalhar directamente com todo o tipo de famílias», referiu.

 

«Nos movimentos liberais e nos meios académicos, já se começa a falar neste assunto mas ainda é encarado como um tema com algum melindre», frisou o investigador Jorge Gato.

 

Em Portugal, é ainda «muito difícil falar de famílias gays ou lésbicas porque não há números reais. As famílias existem, mas são algo de invisível», disse.

 

Os estudos existentes foram, sobretudo, realizados nos Estados Unidos e demonstram que não há diferenças entre as competências parentais de pais homossexuais e heterossexuais.

 

«Também não existem diferenças entre as crianças criadas em famílias homoparentais e as que são criadas em outro tipo de famílias», disse o investigador.

 

«O maior medo das famílias onde existe a homoparentalidade não é o acto de se assumirem como tal, mas o receio de que as crianças possam vir a ser descriminadas pela sociedade», finalizou Jorge Gato.

 

Os dados provisórios do estudo vão ser apresentados na noite de sexta-feira, no Ciclo de Cinema Feminista de Braga, organizado pela UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta.

Com a exibição de três filmes, nos dias 13 de Dezembro, 27 de Novembro e 11 de Dezembro, no Estaleiro Cultural Velha a Branca, a UMAR quer debater a homoparentalidade, o aborto e a arte feminista.

 

O primeiro filme, «If these walls could talk II», realizado por Jane Anderson, Martha Coolidge e Anne Heche e com interpretações de Vanessa Redgrave e Ellen Degeneres, dará início ao debate sobre as configurações familiares em que pelo menos um dos intervenientes é homossexual.

 

«Temos como objectivo desmistificar conceitos, a começar pelo próprio conceito de feminismo», disse Carla Cerqueira, fundadora do núcleo da UMAR em Braga.

 

«O feminismo actual, é uma feminismo plural e não uma coisa de mulheres contra os homens», referiu.

 

O ciclo de cinema é a primeira «grande acção pela causa feminista», salientou Carla Cerqueira, destacando que o primeiro filme a ser exibido «retrata a realidade da homoparentalidade». 

 

 

in Diário Digital / Lusa 

sinto-me: a concordar plenamente!
publicado por cristms às 19:38
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 12 de Novembro de 2008

Palavras que custam ouvir...

 EU - Lindo, temos de começar a pensar na cerimónia de comprometimento em 2009...

 LINDO - Para mim isso não faz qualquer sentido!

sinto-me: frustado!
publicado por cristms às 20:31
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Segunda-feira, 10 de Novembro de 2008

Revés preocupante na Califórnia!

Infelizmente, do passado dia 4 (dia das eleições nos E.U.A.), não foram apenas boas notícias que vieram de lá. No estado da Califórnia, estava a votação no mesmo dia, uma proposta de um grupo de conservadores, a "proposta 8", que pretendia anular a decisão do passado mês de Maio que legitimava o casamento entre homossexuais. Para espanto de todos a proposta obteve 52% de votos a favor o que resulta num preocupante revés nas liberdades e direitos da comunidade LGBT. Não se sabe bem em que situação ficarão agora os 18 000 casais que casaram durante os último quatro meses...

 

Lamentável esta situação... Esperemos agora que o novo Presidente eleito, Barack Obama, venha durante o seu mandato incutir a todos os estados um "empurrão" para se acabar com a discriminação...

 

A ver vamos...

sinto-me: desapontado!
publicado por cristms às 20:53
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Domingo, 9 de Novembro de 2008

SIDA :: Uma morte por segundo...

Uma campanha que fala por si...

A cada segundo que passa morre mais uma pessoa vítima de SIDA!!!

Vale a pena reflectir....

 

 

 

sinto-me: pensativo!
publicado por cristms às 22:27
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 8 de Novembro de 2008

O PSI RESPONDE VIII - Questões...

Um leitor do blog colocou uma série de questões ao PSI que partilho agora com vocês. O "canal" continua aberto para as questões que quiserem colocar ao nosso PSIcólogo amigo, que não sou eu (o autor deste blog). Basta enviarem em email para blogsergay@hotmail.com com a vossa questão. O anonimato é garantido assim como a resposta. Se quiseres ler todos os posts de O PSI RESPONDE clica AQUI.

 

 

Leitor: Sou gay, tenho 27 anos e sou virgem. Tenho muitas dúvidas a respeito de sexo. Vou ser breve. Ei-las:

 

Leitor: Se eu beijar um homem, cujo historial clínico e sexual seja desconhecido para mim, num beijo com troca de saliva e contacto de línguas, estarei correndo algum risco de saúde para mim? Um beijo de língua pode transmitir DST, como a SIDA?

 

PSI: Caro leitor, a sida não se transmite pelo beijo, a não ser que um dos elementos tenha feridas na boca e sangre aquando do beijo e seja, obviamente, portador. MAs um beijo de lingua pode transmitir DST, quer seja com um homem ou com uma mulher.

 

Leitor: Em filmes pornográficos, que consumo, é comum ver-se dois homens parceiros chupando os pénis, um do outro, sem a protecção do preservativo. Depois praticam sexo anal com preservativo. Não é isto um contrasenso? Ao chupar, lamber um pénis, não pode ocorrer a libertação de fluídos prostáticos, e até mesmo algum sémen ainda antes da ejaculação? Fluídos libertados pelo pénis, como o sémen, em contacto com a minha boca podem transmitir-me DST, caso sejam portadores de doença?

 

PSI: Não é um contrasenso pois é mais facil o contagio pela penetração que pela saliva, uma vez que a saliva tem uma consistência pouco segura para a proliferação de virus. Esses fluidos so o contaminarão se você tiver alguma ferida e/ou sangramento.

 

Leitor: Sendo o ânus um orgão cuja função primeira é a libertação de fezes, se eu penetrar, com ou sem preservativo, um parceiro, o meu pénis (ou preservativo) ficará sujo e malcheiroso? E mesmo com a estimulação antecipada, lubrificação e experiência regular, pode o sexo anal ser totalmente livre de dor para quem é penetrado? E é verdade que sexo anal regular pode provocar, num futuro a longo prazo, algum tipo de incontinência de fezes, sobretudo quando atingida a 3ª idade? E que acontece ao sémen libertado no ânus, aquando da ejaculação? Fica retido no ânus até próxima expulsão de fezes, ou "escorre" logo a seguir para o exterior?

 

PSI: Analisando cruamente a sua questão, é claro que o penis ou preservativo poderá ficr sujo e com cheiro, pois estarão em cntacto com fezes. Mas se pensar de uma forma fria, se racionalizar todo o comportamento sexual é pouco higiénico seja ele gay ou hetero. Talvez seja por isso que nos excita... Quanto à penetração sem dor, quanto mais experiência tiver o penetrado, menos dor terá. Poedrá até sentir sempre dor no inicio, mas rapidamente esta desaparece e fica apenas o prazer. Não há incontinencia de fezes descrita em toda a literatura medica provocada pela penetração. A incontinência é provocada pela dificuldade de controle de esfincteres, que se trata de um musculo e, como sabe, a exercitação dos musculos mantem-nos firmes por muito mais tempo, daí recomendarem ginsasio para que o corpo se mantenha firme por mais tempo. Quanto Ao semén, este poderá nem ser ejaculado dentro do anus, mas se for sairá com as fezes seguintes, mas não tem de se preocuapr, pois não causam qualquer tipo de prejuizo na sua saude.

 

Leitor: Antes de me envolver sexualmente com alguém, neste caso com um homem como eu, deverei exigir um historial sexual e teste clínicos que provem o seu estado saudável de saúde?

 

PSI: Parte de cada um viver a sexualidade como entende. Parece-me que todos os seres humanos deviam ter as mesmas preocupações com a suade sexual que o sr tem, mas não faça disso um cavalo de batalha, pois isso pode levá-lo a racionalizar demasiado o sexo e a por o prazer em segundo plano. Disfrute do sexo com o prazer que este tem e oferece. Repare que todas as campanhas contra as DST referem fortemente o uso do preservativo, não referem condições de higiene, pois supõe-se que cada um tem as suas e sabe quais são. Focam o que é de facto mais importante.

 

Sabia que o cheiro é o maior e principal estimulante sexual? E se pensar nele, se racionalizar, da-se conta que é até algo pouco agradável, mas que nos estimula a líbido e nos leva a ter prazer.

 

Leitor: O meu isolamento geográfico ainda não me permitiu conhecer um companheiro. Contudo, é de minha natureza ser reservado, relativamente tímido, discreto, mas sincero, razão pela qual todas as minhas relações de proximidade física implicam um conhecimento profundo e demorado prévio. É de maior probabilidade eu construir um relacionamento íntimo e sexual sobre uma relação de amizade estabelecida, de grande confiança mútua. Por esta razão, nunca me preocupei muito sobre estas questões sexuais, visto que provavelmente numa relação de confiança e de sexo não-ocasional, que espero vir a desenvolver, estas questões dissipar-se-ão com naturalidade. Mesmo assim, aproveitei a oportunidade que este blogue oferece para as esclarecer.

 

 

sinto-me: a aprender!
publicado por cristms às 02:39
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Sexta-feira, 7 de Novembro de 2008

Parabéns meu AMOR!!!

Hoje o meu lindão faz anos!!!!

 

A ti, lindo, que AMO mais do que tudo, desejo as maiores felicidades do mundo, para juntos, construirmos um futuro que agrade a ambos, com muita saúde, dinheiro, amor e sexo!

 

 

PS: As nossas meninas (Sandy Maria do Nascimento e Tita Paris) também me pediram para te dar um grande beijo de parabéns!!!


 

sinto-me: um sortudo!!!
publicado por cristms às 19:27
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 6 de Novembro de 2008

Elementos de Prazer XI - Poppers (II)

 Nesta rubrica "Elementos de Prazer", o primeiro post falava precisamente sobre Poppers. Ao longo deste tempo, esse post foi dos mais visitados e comentados do blog. A revista com'OUT aborda o assunto na sua edição de Outubro e achei uma excelente oportunidade para postar novamente sobre o assunto. Fica aqui assim transcrito o artigo sobre este tema, que espero vir a ser útil:

 

 

 

QUE SÃO POPPERS? 

 

“Poppers” é o nome popular para vários nitratos de alquil, como o nitrato de isobutil, o nitrato de butil, e o nitrato de amil. Estes nitratos são solventes inalantes (que podem ser introduzidos no organismo através da inspiração pelo nariz ou boca) altamente inflamáveis.

Antigamente, a medicina usava o nitrato de amil em doentes cardíacos e era comercializado em cápsulas que eram quebradas para soltar o vapores, (popped em inglês, surgindo assim o nome). Mas os efeitos colaterais, como queda de pressão e desmaio, levaram à sua retirada da medicina. Actualmente os poppers mais comuns são o nitrato de butil e o nitrato de isobutil. São vendidos em sex-shops e têm a função de aumentar a excitação sexual.

 

QUE SÃO OS EFEITOS?

 

Os poppers são usados por inalação directa sos vapores de um frasco aberto. Após a inalação dos vapores, os efeitos são sentidos numa questão de segundos e podem durar entre 1 a 2 minutos. Os efeitos caracterizam-se pelo relaxamento dos músculos que rodeiam os vasos sanguíneos, acelerando o coração para bombear mais sangue. O sangue fica mais rico em oxigénio e quando atinge o cérebro provoca um efeito euforizante.

As áreas do ânus e vagina possuem muitos vasos e por isso são relaxadas quase que por inteiro e essa e a razão que leva à utilização de poppers durante o sexo. Os efeitos pretendidos são intensos mas vividos com muita brevidade. O indivíduo tem uma sensação intensa de tontura, taquicardia e agitação que dura poucos minutos.

 

 

COMPLICAÇÕES.

 

O contacto dos poppers com a pele provoca irritações e manchas. O uso constante pode prejudicar as mucosas do nariz e os pulmões. Os poppers podem causar efeitos secundários como sejam: dores de cabeça, tonturas, vertigens, desorientação, desmaios, vómitos, perda da erecção e diminuição da pressão sanguínea (hipotensão). Também debilitam o sistema imunológico por vários dias após o uso e, como dilatam os vasos sanguíneos, facilitam o aparecimento de infecções, inclusive de doenças sexualmente transmissíveis (DST).

Os inalantes como os poppers podem gerar uma certa tolerância, principalmente se forem usados com frequência semanal, durante um período de aproximadamente 1 a 3 meses. A partir daí, o sujeito irá necessitar de doses cada vez maiores para obter o mesmo efeito. Não são tão viciantes como outras drogas mas requerem atenção.

Os poppers podem levar à overdose e consequentemente à morte. Os sintomas secundários caracterizam-se por náuseas, vómitos, fadiga, fraqueza muscular, dores de estômago, descida súbita da pressão sanguínea, tremores, sentimentos de medo, solidão e culpa, paralisia dos nervos cranianos e periféricos, delírio, perda de consciência, coma e morte por síncope cardíaca.

Os poppers são solventes altamente inflamáveis. É necessário manter a distância de velas, cigarros e isqueiros durante o uso. Pessoas com histórico de problemas cardíacos, pressão alta ou baixa, hemorragias cerebrais na família, anemia ou gravidez também não devem usar.

Evite combinar poppers com estimulantes como anfetaminas e cocaína. Os riscos aumentam significativamente. Combinar com Viagra é extremamente perigoso, uma vez que ambas as substâncias baixam a pressão.


Outra questão importante a ter em conta na utilização dos poppers são doenças sexualmente transmissíveis. Uma vez que a sua utilização interfere no sistema imunológico, interfere na tomada de consciência/autocrítica e de ser muito utilizado em contexto sexual, encontram-se directamente relacionados com o aumento das taxas de sida, entre outras DST. Aconselha-se vivamente a colocação do preservativo antes da utilização de poppers, desta forma a possível ausência de autocrítica não interferirá com a segurança na saúde.


Como os poppers podem provocar desmaios, utilize sempre acompanhado. A ressaca no dia seguinte é semelhante à do álcool, por isso ingira muita água e frutas. 

 

 

Autor: Jorge Marques

 

 

Todos os posts da rubrica "Elementos de Prazer" podem ser vistos AQUI 

 

 

sinto-me: Popperado!
publicado por cristms às 19:05
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

De regresso do México!!!

 Ah pois é! "O que é bom acaba-se depressa!", bem o diz o velho ditado e é essa  a dura realidade! No entanto as férias ainda continuam até este fim de semana próximo, sempre dá para me ir mentalizando do que me espera na próxima segunda feira. 

 

As férias foram óptimas, como já se previa: bom tempo, muitas visitas, boas quecas, um bom resort e uma óptima companhia. Não fosse o J. ter adoecido e tudo teria sido ainda melhor (as melhoras gaijo!!!!)... Mesmo assim deu para conhecermos alguns pontos do México: Cancun, Tulum, Playa del Carmen, parque XCARET e Chichén Itza. Quanto a esta última, uma das novas maravilhas do mundo, embora impressionante, fica muito áquem das pirâmides do Egipto, as quais recordo ainda como a obra mais impressionante que vi até hoje. O mar é excelente (um azul indiscritível), embora no nosso resort, a praia era mais tipo rio trancão, mas pronto, nada que tivesse estragado as férias! A comida também foi óptima e os passeios (de carro alugado) foram um meio económico de visitar um pouco deste país, onde a circulação automóvel é "normal". 

 

Foi a primeira vez que fizemos umas férias num Resort, e de facto é impressionante a qualidade e o tamanho dos empreendimentos, bem como sendo em regime de Tudo Incluído, "obriga-nos" a aumentar para os lados... A pinacolada e a tequila também estavam sempre presentes!

 

Saímos de lá com a sensação de que não regressaremos tão cedo, tanto pelo tipo de férias como por termos visto o que de mais significativo há ali por aquelas bandas, e ainda pelo facto de os Resorts não serem o tipo de férias que normalmente procuramos!

 

Por último, foi engraçado (isto depende do ponto de vista!) sairmos do México com 30 e poucos graus e chegarmos a Madrid (Espanha) com um frio de rachar e ver as serrinhas cheias de neve! 

 

Ficam algumas fotos como já é hábito!

 

:))

 

 

 

 

 

sinto-me: Ainda em férias!!!

TAGS:
,
publicado por cristms às 18:51
link do post | comentar | favorito
|



referer referrer referers referrers http_referer

Lisbon Apartment for rent/holidays
- Gay Friendly -

OS MAIS LIDOS

 

1.FOTOGRAFIA... Ao PÉNIS!
2.DEPILAÇÃO MASCULINA
3.AUTO-PENETRAÇÃO/FELAÇÃO
4.SEXO GAY
5.PRAIAS DE NUDISMO (ALGARVE) 
6.COMO É QUE UM TRAVESTI ESCONDE O PÉNIS?
7.POPPERS
8.SEXO A 3 OU MAIS...
9.GOSTAR DE HOMENS + VELHOS
10.SADOMASOQUISMO
11.VERÃO :: PRAIA :: NUDISMO
Última Act.: 12-08-2009

 

 

English Version



Free Web Counters

Adicionar a Favoritos




Email do Blog

BlogSerGay@Hotmail.com

OS MAIS LIDOS

 

1.FOTOGRAFIA... Ao PÉNIS!
2.DEPILAÇÃO MASCULINA
3.AUTO-PENETRAÇÃO/FELAÇÃO
4.SEXO GAY
5.PRAIAS DE NUDISMO (ALGARVE) 
6.COMO É QUE UM TRAVESTI ESCONDE O PÉNIS?
7.POPPERS
8.SEXO A 3 OU MAIS...
9.GOSTAR DE HOMENS + VELHOS
10.SADOMASOQUISMO
11.VERÃO :: PRAIA :: NUDISMO
Última Act.: 12-08-2009

 

 

Google Earth GAY


(Se não tens o Google Earth, faz download AQUI e depois basta clicar nos links abaixo)
BARES
O Bico, Gayleria - Lisboa

Meeting Point - Lisboa

106 - Lisboa

HERÓIS - Lisboa

PORTAS LARGAS - Lisboa

BRIC A BAR- Lisboa

FINALMENTE - Lisboa

MAX - Lisboa

DISCOTECAS
TRUMPS - Lisboa

FRÁGIL - Lisboa

MISTER GAY - Costa da Caparica

PRAIAS
FONTE DA TELHA - Costa da Caparica

Praia 19 - Costa da Caparica

MECO - Aldeia do Meco


COSTA VICENTINA

Praia do Malhão

Praia de Odeceixe

Praia de Vila Nova de Mil Fontes

 


ALGARVE

Praia da Ilha Armona

Praia Pinheiros

Praia Cabanas Velhas

Praia Meia Praia

Praia das Furnas

Praia do Zavial

Prainha

Praia Beliche

Praia Grande

SAUNAS
GRECUS - Lisboa

SPARTACUS - Lisboa

TROMBETA BATH - Lisboa

RESTAURANTES
PÔE-TE NA BICHA - Lisboa

BICA DO SAPATO - Lisboa

BRASILEIRA - Lisboa

ALOJAMENTO
AS JANELAS VERDES - Lisboa

Hotel ANJO AZUL - Lisboa


LINKS
Ovelha Tresmalhada
Cinema Gay
Provoca-me!!!
Sexual Feeling
Perfeito Vazio
Eu por aqui...gay
O Mundo Gay (quase) Perfeito
Comportamentos de um rapaz difícil
Me Myself And I
Adolescente Gay
Histórias de Un Mira
Confissões aos (quase) 30
Tongzhi
Minha Luz
WhyNotNow
ALL OF ME
só mais uma gayja
Herejes
2 Homens 1 Vida
O outro lado
O Meu Lado B
Sapato de Cristal
MOGAYDOURO
Felizes Juntos
Nunca caí aqui
As faces de Morgan/a...
Individual(mente)
David e Marco
LusoBoy
DE CORPO E ALMA
FARPAS e BITAITES
VERSATILIDADES
HOMEM, HOMOSSEXUAL e PAI
Je Bois
Blog do Armário
Nuba
H2OMENS
O Sétimo Continente
CO-MYX-TURA
Boyzitu
[NobodysBitcho]
Blog Gay
Single White Male
ALGARVE GAY
MADONNA
GAYLERIA

LISTA COMPLETA


TAGS

à mesa(6)

adopção(47)

amigos(35)

amor(72)

artistas(131)

associações lgbt(22)

bares gay(39)

bissexualidade(15)

blog(89)

bullying(5)

casamentos(148)

casamentos gay(125)

cinema(29)

com out(19)

comentario off the record(12)

compras(20)

concursos(20)

contar aos pais(40)

discriminação(219)

educação(17)

elementos de prazer(17)

encontros(13)

eventos(17)

eventos lgbt(28)

família(99)

Família(29)

filmes(22)

filmes gay(10)

fotografia(20)

gay(320)

gay friendly(6)

hiv(9)

homofobia(142)

homoparentalidade(45)

homossexual(259)

homossexualidade(328)

humor(98)

igreja(11)

igualdade(14)

imprensa(36)

informática(5)

jantar convívio(9)

lazer(7)

lésbicas(51)

lgbt(25)

literatura(19)

livros(22)

moda(12)

movimentos gay(6)

música(35)

noite(103)

notícias(281)

Notícias(27)

nutricionismo(7)

o casamento dos lindos(33)

o psi responde(20)

off the record(7)

orientação sexual(7)

partilha-te(6)

passatempos(21)

pensamentos(18)

perguntas(48)

pessoal(442)

poemas(6)

poesia(6)

política(68)

power man 2010(13)

preconceito(11)

psicologia(36)

publicidade(55)

relação(110)

Relação(18)

religião(12)

restaurantes(19)

revista(12)

roupa(7)

roupa interior(6)

saír do armário(34)

sandy(11)

saúde(92)

ser gay(12)

sexo(285)

sexo anal(12)

sexologia(55)

sexualidade(156)

sexy(13)

sida(11)

sociedade(262)

sondagens(45)

teatro(43)

teatro amador(9)

televisão(79)

Televisão(10)

tita(6)

trabalho(32)

transgéneros(18)

transsexuais(26)

travestis(13)

viagens(94)

vídeos(110)

todas as tags

Pub...

<-- PUB -->
O blog em nºs...


Arquivos

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Junho 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Janeiro 2004

Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


subscrever feeds

pesquisar