_____________________________________________
POSTS SOBRE: LIVROS :: O PSI RESPONDE :: CONTAR AOS PAIS :: VIAGENS :: ELEMENTOS DE PRAZER :: BARES GAY :: VÍDEOS
_____________________________________________
Podes seguir o blog através do twitter AQUI

Pesquisa personalizada

Quinta-feira, 27 de Junho de 2013

E se o mundo não fosse bem como é? E se a maioria fosse gay?

publicado por cristms às 01:10
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quarta-feira, 10 de Outubro de 2012

Bom presságio...

Uma grande amiga minha, na última conversa que tivemos ao telefone, disse-me o seguinte, a propósito de uma conversa que teve com a filha dela (de quatro anos de idade), a Lara:

 

(...)

Mãe - Então como sabes, normalmente os meninos gostam das meninas, o pai gosta da mãe, o avô gosta da avó, a madrinha gosta do padrinho...

Lara (interrompe a mãe) - E os meninos também podem gostar de meninos... O [EU] e o [LINDO] também gostam um do outro, não é mamã?

Mãe - Sim filha, e as meninas também podem gostar de meninas!

 

 :))

 

Tão bom de ouvir... 

 

publicado por cristms às 01:25
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 3 de Abril de 2012

Adopção por casais homossexuais excluída sem argumentos de peso!

Foi hoje conhecido o parecer do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida que afirmaça que os projectos de lei do PS E PSD não explicam o porquê de o mesmo Estado que aceita o casamento de homossexuais não pode ao mesmo tempo proibir os mesmos de recorrer à procriação medicamentamente assistida! Caso nenhum dos dois partidos altere o seu projecto de lei de forma a explicar e apresentar argumentos de pesos que expliquem a actual exclusão, então, segundo o o presidente do CNECV, Miguel Oliveira da Silva, o legislador “ou explica por que proíbe ou revoga a lei do casamento homossexual.” Ficamos todos a aguardar pelos próximos desenvolvimentos! :-)

 

Toda a notícia em http://www.ionline.pt/portugal/oliveira-da-silva-ou-legislador-explica-ou-revoga-lei-casamento-gay

 

publicado por cristms às 14:03
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Terça-feira, 21 de Fevereiro de 2012

Casamento gay. 600 casais deram o nó!

Bom, os número são até ao momento interessantes... Já houve casamentos em todos os distritos do país (se bem que em alguns é um número insignificante), ao todo foram 600 casamentos entre pessoas do mesmo sexo que foram registados. Destes 600, 400 foram entre pessoas do sexo masculino, ou seja quase 70%. Ocorreram 12 divórcios, ou seja, 2%, o que comparada com a taxa de divórcios entre casais de sexo diferentes é bastante mais pequena...

Mas bem, estamos ainda com pouco mais que um ano de casamentos e portanto é muito cedo para tirar conclusões... Alguns achavam que iria haver um boom de casamentos, e não foi o que se sucedeu, e o número de casamentos pouco interessa, a verdade é que hoje em dia quem quiser e achar que deve casar pode fazê-lo.

É sempre uma boa oportunidade para perguntar aos cépticos e defensores do “não” ao casamento entre pessoas do mesmo sexo, se veio algum mal ao mundo por isso, ou se houve alguma tragédia na sociedade? Claro que não houve, e a única mudança é que temos mais 1000 pessoas que puderam casar-se por sua livre e espontânea vontade e que têm a oportunidade de ser felizes, casados!

E já agora, porque não podemos também ser pais?! Hein?! Rsrsrsrsrsrsr!!!

 

Toda a notícia em http://www.ionline.pt/portugal/casamento-gay-600-casais-deram-no-12-ja-se-divorciaram

 

 

Mais uma foto do casamento dos Lindos:

 

 

publicado por cristms às 15:48
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2012

A vida são dois dias e com o Carnaval são três?!

Pois é, o antigo ditado este ano não faz sentido... Num ano de crise (financeira e - cada vez mais -  de valores), segundo o Governo não faz sentido dar esta tolerância de ponto (porque o Carnaval nunca foi um feriado), num ano em que feriados como o 5 de Outubro foram cancelados, por ordem da troika! Bem sei que as brincadeiras de Carnaval são para muitas pessoas a oportunidade única para dar azo às suas fantasias (e não excluo os que aproveitam o Carnaval para encarnarem a personagem que vive dentro de si e que pelos mais variados motivos ainda não saiu do armário), mesmo assim, eu acho que o Governo (tendo em conta outras medidas mais gravosas) foi coerente... Terei assim que trabalhar na próxima Terça feira o que me obriga a não sair na Segunda feira para brincar ao Carnaval! Aqueles que têm o Carnaval como algo imperdível, terão mesmo que tirar férias ou então ter um boss melhor que o meu e que ignore o Governo e continue a dar tolerância aos seus funcionários!

 

BOM CARNAVAL!!!

publicado por cristms às 09:30
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 5 de Novembro de 2011

Foo Fighters pro-gay!!!

"Depois de em Agosto terem divulgado o videoclip homoerótico, Hot Buns, a anunciar a digressão pelos Estados Unidos, os Foo Fighters decidiram enfrentar, em jeito de performance, uma manifestação de protestantes anti-gay que se encontrava em frente de uma igreja no estado do Kansas."

 

Partilho a notícia e os vídeos sobre o assunto.

 

 

 

In http://www.dezanove.pt/245453.html

publicado por cristms às 16:30
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 6 de Junho de 2011

Um casamento por dia, deu muita alegria!

 

Fez um ano por estes dias, que foi aprovada em Portugal a lei que deixa pessoas do mesmo sexo se poderem casar pelo civil em Portugal. Foram 820 aqueles que decidiram fazê-lo no primeiro ano da lei. A maioria provém das conservatórias de Lisboa e arredores: de um total de 380 casamentos, realizaram-se 117 só na cidade de Lisboa e outros 36 no Porto e Vila Nova de Gaia; As cidades da zona metropolitana da capital, como Oeiras (15 casamentos), Almada (14), Cascais (11) e Setúbal (10), reúnem o grosso dos restantes casamentos. Depois, existem muitos cartórios com apenas um e muitos mais onde não se chegou a realizar qualquer casamento no último ano.

 

É com certeza o receio de discriminação, o receio de ser mal tratado nas conservatórias, mas principalmente medo do que os vizinhos ("os outros") vão dizer. E como eu próprio venho de uma aldeia do interior não posso criticar... Infelizmente é para muitos um grande fardo que se tem (ou não) que aguentar... Também carreguei esse fardo muitos anos, mas felizmente consegui livrar-me dele e seguir o meu caminho sem medos! É certo que isso foi conseguido com a saída para a Capital... E é também certo que nem todos querem ou têm essa oportunidade.

 

Mas voltando aos casamentos, passado que está este primeiro ano de casamentos gay, pergunto: alguém ficou mais triste ou mais pobre por terem acontecido estes casamentos? Há alguém? Deve haver... Mas são aqueles que não entendem o que é o Amor e que se incomodam com a felicidade dos outros!

 

Não sendo muitos casamentos (nem tinham que ser!) penso que se deve reforçar a ideia que o passo dado há um ano atrás, foi um passo justo e que a todos nos deve orgulhar! É uma das coisas que ficarão para a história do mandato de José Sócrates, que terminou ontem!

 

Parabéns a todos aqueles que decidiram casar e que sejam muito felizes!!!

 

:))

publicado por cristms às 22:51
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Domingo, 1 de Maio de 2011

Há os que sobreviveram...

Rudolf Brazda é um deles. Um dos sobreviventes do holocausto marcado com o triângulo rosa,código dado pelos nazistas aos homossexuais. Actualmente com 97 anos de idade, acaba de ser condecorado a semana passada pelo Presidente da França, Nicolas Sarkozy, com a mais alta condecoração da França, a Ordem Nacional da Legião da Honra. A história deste homem, que nunca pensou alguém poder vir a se interessar por ela, foi publicada pelo seu biógrafo Jean-Luc-Schwab, autor de "Triângulo Rosa - Um Homossexual no Campo de Concentração Nazista". Pelo facto e também porque há coisas que não podem ser esquecidas, fica a meu reparo a esta notícia.

 

;)

publicado por cristms às 23:10
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 9 de Março de 2011

À RASCA

A "Geração à Rasca", movimento que nasce da música ainda não editada mas já apresentada ao vivo pelos Deolinda e que virou um hino da geração à rasca, irá para a rua no próximo Sábado. Muito se ouve falar da manifestação, ninguém quem sabe quem está a organizar e teme-se o resultado da mesma. Tenho nos meus planos participar na manifestação, não porque concorde na íntegra no manifesto apresentado, mas simplesmente que nós, jovens e menos jovens portugueses, devemos demonstrar à nossa classe política que algo tem mesmo que mudar! Sendo certo que a culpa de todos os males de que este país sofre advém dos nossos políticos, a verdade é que (na minha opinião) a maioria deles vem sim! Queremos sempre parecer o que não somos, ou seja, mostrar que estamos bem e que somos bons mas na verdade, neste momento, os números não deixam margem para dúvidas... Mesmo assim vejo todos os dias Sócrates dizer que não precisamos de ajuda... Será por estes dias o único a dizê-lo (não sei se a pensá-lo) por cá e no estrangeiro... E lá fora, começam a perceber o que a casa (Portugal) gasta, e os mais poderosos (Alemanha) exigem agora que os país mais pequenos demonstrem que estão a tomar medidas para que num futuro próximo não precisem de ajuda (leia-se "dinheiro") dos países mais ricos (leia-se "Alemanha"). E esta saga da crise, longe de chegar ao fim, todos os dias tem novos episódio, todos a ajudar ao afundamento do país, ou são os combustíveis que vão batendo recordes, ou são os juros da nossa dívida a atingir recordes, ou são confrontos na Líbia onde se luta pela liberdade e o seu governante (como dinheiro que tirou do seu povo) lança aviões sobre os inocentes, ou são os homens da luta a ganhar a  Festival da Canção! Ehehehe! Até isso, essa vitória dos Homens da Luta é um sinal de que algo se passa... Penso que esta vitória irá pelo menos fazer com que se fale de Portugal e se tente perceber o que se passa por cá! Ganhar a Eurovisão nunca ganhamos, e este ano não seria excepção... E assim sendo, não há mal nenhum em ser-se controverso como foram há dois anos (salvo erro) que ganharam uns metaleiros XXL. A verdade é que eu tenho achado muito interessante estes movimentos rápidos e inesperados, que nascem das redes sociais... O poder está cada vez mais do lado das pessoas e isso é positivo... Digo eu!

 

Posto isto, no Sábado lá estarei pedindo mais responsabilidade aos políticos (para mim, fazer com que os políticos assumam as responsabilidades das decisões que tomam, é das coisas mais importantes) e a juntar-me aos milhares que por uma ou outra razão irão mostrar o seu desagrado... Ou não! Mesmo que seja um movimento demagógico acho (muito) melhor não nos acomodarmos, até porque dessa nossa característica (um povo tranquilo e acomodado) que chegamos a este ponto!!!

 

 

 

Manifesto:http://geracaoenrascada.wordpress.com/2011/02/12/manifesto/

Vídeo Promocional:http://www.youtube.com/watch?v=LDFAI0vDgWM

Música "Luta é alegria": http://www.youtube.com/watch?v=hweM1Gsy1fA

 

publicado por cristms às 22:40
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quinta-feira, 10 de Fevereiro de 2011

Vamos lá pensar num nome...

Uma das razões para que o tempo disponível para o blog e outras coisas mais da minha vida se tenha reduzido drasticamente, é o facto de frequentar um curso de teatro em horário pós laboral. Começamos agora a preparar o projecto final, que consistirá numa pequena peça teatral. O tema que escolhi foi a HETEROFOBIA, ou seja, uma abordagem ao mundo dos heterofóbicos numa sociedade em que a minoria é heterossexual e a maioria é homossexual. É um espreitar do mundo ao contrário e vermos o que acontece. Entre outras coisas preciso de descobrir um nome feio para os heterossexuais que tenha o mesmo significado que paneleiro para os homossexuais.

 

Aceito sugestões! :))

publicado por cristms às 17:45
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Quinta-feira, 13 de Janeiro de 2011

Era de esperar...

A morte de Carlos Castro trouxe inevitavelmente para a ordem do dia as relações homossexuais e as questões que estas envolvem. Piadas, comentários deploráveis e "bocas" podem por estes dias ouvir-se e ler-se em todo o lado. Eu sou um tipo que acredito na máxima que devemos fazer humor com as coisas sérias da vida, e portanto encaro as piadas e graçolas com humor. Já os comentários e artigos que vão saindo por aí, alguns metem-me nojo! O rapaz já assumiu a culpa e vamos ver agora no que dá o processo. Quanto a Carlos Castro será cremado hoje e as suas cinzas serão (segundo as irmãs) largadas algures por Nova Iorque, como era da sua vontade.

 

Mas voltando ao início, as relações homossexuais... Tantas teorias que se lêem... Terminam de forma mais violenta em geral, duram menos, são isto e são aquilo... Tretas! Uma relação homossexual é antes de mais muito mais de igual para igual já que nas relações hetero, o facto de haver um homem e uma mulher queria só por si (ainda) uma clivagem, uma série de preconceitos e ideias pré concebidas que muitas vezes "castram" um ou outro, ou ambos... A sociedade, a educação, têm esse poder! Numa relação homossexual essa diferença não existe à partida, é muito maisde igual para igual e portanto não existe ideias pré concebidas de como devem ser as coisas, quem é responsável pelo quê, ou este é que tem que fazer isto e aquele faz aquilo. É também (normalmente) assim com o sexo... Mais assumido, mais liberal e portanto com mais risco. Se isso é bom ou mau não sei, mas faz normalmente com que os membros do casal vivam mais "livres" e como consequência em alguns casos levem a separações precoces... E essas separações são um ponto negativo? Depende do ponto de vista... Se cada um for procurar a sua felicidade ao invés de viver (como muitos casais heteros vivem) uma mentira, então são será melhor separem-se! Porque assistimos a uma diminuição do número de casamentos hetero e um aumento dos números dos divórcios? Precisamente porque é cada vez mais ténue (e ainda bem, digo eu) a linha que diferencia o homem da mulher...

Quanto à violência... Há concerteza casais homossexuais onde existe violência, há semelhança do que acontece com os heterossexuais. Se terminam com mais violência? Bem, isso não faço a mínima ideia, mas acredito que sim, que partindo do princípio que existem vários tipos de violência que muitos (talvez uma maioria) acabem de facto com violência, mas já falar-se numa maior violência que os casais hetero, já duvido...

 

publicado por cristms às 01:10
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Sexta-feira, 12 de Novembro de 2010

Um "adeus"...

Ontem ouvi emocionado (não consigo bem explicar porquê) na rádio, que o conhecido "Homem do Adeus" tinha morrido... Para quem não sabe, este senhor, estava sempre numa conhecida avenida de Lisboa, pela noite dentro a fazer adeus a quem passava de carro e distribuindo sorrisos. Muita gente retribuia...

 

Eu lembro-me de há muito tempo, talvez desde que vim para a Capital de o ver, de quando em vez... Para além de achar aquilo caricato, pensamos (ou esta sociedade em que vivemos leva-nos a pensar) que era um maluquinho... Mas ao mesmo tempo pensava que mesmo sendo maluquinho, ainda bem que lhe tinha dado para fazer uma coisa tão bonita e desinteressada!

 

Hoje não resisti a ler uma crónica que saiu sobre ele, no DN, em 2003, e percebo que de maluquinho ele não tinha nada... Porém, como eu tinha também imaginado, era uma pessoa só, e aquele comunicação que ele adoptou por mero acaso (a partir de 2000) acabou por ser a sua fuga à solidão...

 

Segundo a crónica "João nasceu no seio de uma família muito rica.Até aos dez anos, viveu num enorme palacete daTomás Ribeiro", e constata que foi "criado numa redoma de vidro". Tudo começou "depois da morte da mãe". Enfim, lanço o repto para lerem a história dele... A história dele que àparte da coragem e "loucura" do adeus nas ruas de Lisboa, será com certeza uma história igual a muitas outras... As palavras dele, denotam até (na minha perspectiva) um saír do armário que nunca aconteceu... Diz a crónica:

 

Admite que o que faz "não é muito normal", mas não passa sem isso. É o remédio que lhe permite disfarçar a solidão que o consome e o faz olhar para o passado com arrependimento, por não ter ousado viver a sua vida em vez da dos outros. "Às vezes penso que foi tudo inútil..." No baú dos sonhos perdidos, jaz o curso que não tirou, o trabalho que nunca fez, os filhos que não teve e, pior, o grande amor que nunca conheceu. "Sinto-me só. Incompleto. Como se algo estivesse a falhar."

 

 

Penso que depois de ler a crónica percebi porque fiquei emocionado ontem ao ouvir a notícia da sua morte... Talvez porque mesmo não sabendo a história dele, pressentia que por detrás de um bonito adeus, poderia estar (e estava!) uma história com final triste...

 

Fica aqui o meu "adeus"...

 

publicado por cristms às 09:53
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 5 de Novembro de 2010

Sondagens no Blog XXXVIII - Sendo tu homossexual, qual a tua ideia pessoal relativa ao casamento gay?

Bem... Esta fica na história do blog como a sondagem com mais votos contados, são um total de 1338  votos! Penso que um tão grande número de votos já dará para tirar algumas conclusões...

Vamos então aos resultados! O que estava em questão era o casamento gay visto por um gay... Quem pensa em casar, quem põe completamente de parte essa ideia. A resposta vencedorá com larga vantagem (32,5% dos votos) é a resposta "Se achar a tal pessoa, porque não?". De seguida a decidida frase "Irei casar" recebeu 22,4% dos votos a contrastar com os 20,33% que optam por um não ao casamento respondendo "Nunca o farei". "Não me vejo a casar" alcança quase 19% dos votos e por fim, com 6% temos a resposta "Vou ponderar".

 

Resumindo e baralhando, perto de 50% dos votos indica que irão casar, bastará ter a pessoa certa ao lado... Do outro lado da barricada estão 38% dos que votaram...´

 

É portanto de esperar, como eu já imaginava, que a partir do próximo ano comecem a aparecer muitos casamentos gay... Um deles será o nosso! Ehehehe!

 

 

 

 

 

Todas as sondagens do blog podem ser lidas AQUI

 

 

publicado por cristms às 12:16
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Segunda-feira, 26 de Abril de 2010

Homossexualidade antes do 25 de Abril

Não é difícil por estes dias, pensarmos como seria vivida a homossexualidade antes do 25 de Abril. O Estado Novo dizia que não existiam, no entanto, e na prática, perseguia-os. O tratamento dado aos homossexuais que eram apanhados, era diferente conforme o estatuto social da pessoa em causa e se era ou não apoiante do regime.

Recupero, dentro deste tema, uma grande artigo sobre o tema, que o revista Pública do jornal Público. O artigo chama-se "O Estado Novo dizia que os homossexuais não existiam, mas perseguia-os" e pode ser lido em http://www.publico.pt/Sociedade/o-estado-novo-dizia-que-nao-havia-homossexuais-mas-perseguiaos_1392257 

 

Viva o 25 de Abril!

 

:)

publicado por cristms às 01:02
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Terça-feira, 29 de Dezembro de 2009

Mas em que século estamos???

Desculpem lá, mas há notícias que por vezes me remetem para outros séculos passados e que por esse motivo me deixam revoltado. Hoje será discutido pela Ordem dos Médicos um parecer (ver AQUI) onde se defende que há casos onde a homossexualidade é mutável, ou seja, por acção clínica o doente (sim, a homossexualidade neste caso seria tratada como doença) pode deixar de ser homossexual. Que hajam pessoas, médicos incluídos, que ainda pensem que isto é possível, eu até aceito, mas ver uma Ordem dos Médicos a discutir (ainda) este assunto é para mim algo que me deixa estupefacto e até mesmo preocupado. Esta discussão só faz sentido para quem não é homossexual, porque quem como eu nasceu a gostar de ver os homens e a excitar-se a pensar em homens (assim como um heterossexual pensa em mulheres e se excita a pensar em mulheres) não consegue acreditar que haja um tratamento que me faça gostar de mulheres. A questão poder-se-ia por - nesta forma de pensar - ao contrário, ou seja, por acção clínica tornar um heterossexual em homossexual. Pergunto aos heteros: Acham isto possível? E pronto, quase a chegarmos a 2010 ainda andamos a discutir o sexo dos anjos e ainda a própria Ordem dos Médicos anda a discutir pareceres desta natureza. Fica a notícia retirada do DN:

Médicos defendem que a homossexualidade não se altera por acção clínica. Parecer da Ordem dos Médicos, que é discutido hoje, fala, porém, em casos mutáveis.

 

Os psiquiatras consideram que a homossexualidade não é mutável por acção médica e recusam tratar quem lhes peça este tipo de ajuda. Uma posição diferente aquela defendida pelo parecer do Colégio de Especialidade de Psiquiatria, que hoje deverá ser aprovado (ver texto ao lado), e onde se refere que em alguns casos a orientação sexual pode ser mutável e, que os médicos não devem ignorar os pedidos de ajuda dos homossexuais.

"Se tenho à minha frente um homossexual exclusivo que não aceita esse facto e me pede para ser heterossexual digo que não há tratamento", defende Júlio Machado Vaz. Também o presidente da Sociedade Portuguesa de Psiquiatria, António Palha, não têm dúvidas que "a homossexualidade não se trata". Uma opinião reforçada por Caldas de Almeida, coordenador nacional para a Saúde Mental: "As pessoas homossexuais não deixam de o ser por causa de um tratamento com o psiquiatra".

Apesar de recusar a validade dos tratamentos, Pedro Varandas admite que  ainda"há determinadas terapias de orientação comportamental que já provaram ser eficazes em algumas pessoas que sofrem com a sua homossexualidade". Isto no caso dos indivíduos insistirem num tratamento.

Filipe Nunes Vicente também não acredita em terapias de reconversão, mas sabe "que há médicos que defendem o tratamento da homossexualidade". Contudo, este psicólogo confessa que não recusa tratar "uma pessoa homossexual que se apaixone por alguém do sexo oposto" e que lhe solicite ajuda.

Ideia reforçada por Daniel Sampaio. O psicólogo considera que "a orientação sexual não é imutável", mas realça que "o médico não deve tentar mudar, deve dis-cutir, deve ajudar essa pessoa".

Já a psiquiatra Graça Cardoso é peremptória: "Não se pode fazer nada. A homossexualidade não é uma escolha. Tratar um homossexual para que o deixe de ser é o mesmo que tratar alguém por ser alto ou baixo." Para esta médica é essencial ajudar a pessoa "a viver com essa situação", para tentar evitar depressão que, em casos extremos, pode levar ao suicídio.

Existem no entanto problemas de mudança de orientação que chegam aos psiquiatras por causa das dúvidas e ansiedade que criam. "Há casos de pessoas com a sua vida formalizada, casadas e com filhos e que não conseguem conter mais essa situação. São pessoas que percebem o que se passa mas não têm armas para sobreviver às tensões sociais", explica o psiquiatra Marcelo Feio.
 
As dificuldades em aceitar uma mudança na orientação sexual, acontecem "tanto em homens como em mulheres", adianta o médico do Hospital Santa Maria, em Lisboa.

Da mesma forma que há pessoas que "sempre se afirmaram como homossexuais e numa fase mais tardia da sua vida fazem uma viragem para a heterossexualidade", acrescenta Marcelo Feio.

sinto-me: rsrsrsrs!!!
publicado por cristms às 10:27
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
|
Terça-feira, 18 de Agosto de 2009

Educação Sexual :: Na teoria já está!

Recebi com grande agrado no meu email, através da rede ex-aequo a informação sobre a nova Lei de Educação Sexual nas Escolas, publicada em Diário da República, 1.ª série N.º 151 a 6 de Agosto de 2009.

Nela, e retirando apenas o que diz relativamente à diversidade sexual retira-se:

(...)

f) O respeito pela diferença entre as pessoas e pelas diferentes orientações sexuais;

(...)

l) A eliminação de comportamentos baseados na discriminação sexual ou na violência em função do sexo ou orientação sexual.

 

A ver vamos se a lei se fica apenas pelo papel e se será posta de facto em prática. Mesmo assim é de aplaudir (finalmente) a publicação da lei.

 

:))

sinto-me: contente
publicado por cristms às 18:07
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quinta-feira, 30 de Julho de 2009

Gayvelhecimento

"Estou a ficar com cabelos brancos", é essa frase que vou ouvindo aqui por casa... No entanto o que à primeira vista poderia ser apelidado de charme, pode e é muitas vezes entendido como o passar da idade, e envelhecer... E acerca disto, encontrei na blogosfera há já alguns dias um post que perguntava: "Será que envelhecer gay é melhor ou pior?".

A primeira coisa que me ocorreu na cabeça foi: "Será que envelhecer gay é diferente de envelhecer hetero???". A esta pergunta não sei bem responder, mas olhando para alguns amigos/conhecidos gays nota-se algum pavor com o passar da idade, com os sinais de envelhecimento... Mas se calhar nem será tanto pelo envelhecer em si, ou seja, por ficarmos mais próximos da hora da morte, mas pelo que esse processo provoca no corpo. Não é novidade para ninguém que em maioria, os gays cuidam-se e dão bastante importância ao bem estar físico. Os cremes e o ginásio são normalmente uma presença na vida da maioria dos gays... Mas no fundo no fundo, parece-me que o envelhecer é igual para gays e heteros, a única diferença poderá ser que o cuidado que ao longo da vida se tem com o aspecto físico poder-se-ão relfectir no futuro com uma melhor aparência e um bem estar geral...

Mas como sabemos nada é garantido!

As variáveis são tantas que não há forma de prever nada!

Na minha opinião, basicamente, envelher gay é igual a envelhecer hetero!

Será?

:))
 

sinto-me: bem comigo
publicado por cristms às 19:15
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quarta-feira, 15 de Julho de 2009

Violência entre casais gay é maior do que entre heterossexuais

É pelo menos a conclusão de um estudo levado a cabo pela Universidade do Minho, que embora conclusivo, deve-se ressalvar a diminuta amostra do estudo: "151 indivíduos dos 15 aos 60 anos ligados a associações de defesa dos direitos dos homossexuais – 37,7 por cento eram estudantes, 19,9 exerciam profissões intelectuais e científicas, e as pessoas “mais escolarizadas tendem a identificar como violentos comportamentos banalizados pelas menos escolarizadas".

Deste estudo obtem-se o que "cada um admite já ter praticado, a violência psicológica é mais frequente (30,5) do que a física (24,5). Analisando o que cada um diz já ter sofrido, a tendência mantém-se: 35,1 por cento foram vítimas de, pelo menos, um acto de violência emocional e 24,5 de uma agressão física no último ano.
O mais comum é insultar, difamar, humilhar, partir ou danificar objectos de propósito ou deitar a comida no chão para assustar, gritar ou ameaçar, dar uma bofetada. Foi encontrada uma forma específica de abuso: o outing ou ameaça de outing (revelação indesejada da orientação sexual do parceiro se este tentar acabar a relação)".

É referido ainda (e na minha opinião faz todo o sentido) "que a violência entre casais do mesmo sexo tem sido 'negada ou ocultada' pela comunidade homossexual, já que reforça estereótipos negativos, e pelos investigadores da área, já que interroga o pressuposto feminista de que a violência é filha da desigualdade de género. As questões de género 'são relativas', já que estão 'associadas a diferenças de poder e as diferenças de poder ocorrem independentemente do género'.

Acrescenta-se ainda que "A homofobia pode gerar 'baixa auto-estima ou sentimento de inadequação sexual, que o sujeito procura compensar através da subjugação do parceiro'. Também pode 'funcionar como um legitimador da violência sofrida, uma vez que o indivíduo acredita que é merecedor ou até mesmo culpado da violência'".

Sendo obviamente questionável as conclusões devido à pequena amostra usada, o certo é que este estudo vai de encontro a outros estudos realizados na Europa, e portanto, poder-se-á admitir que muito provavelmente revela a realidade existente em Portugal.
E a mim, não me custa a acreditar, sei de casos bem próximos de violência entre casais homossexuais que são abafados... Se isso acontece muitas vezes num casal hetero (o facto de haver muitas vítimas que não apresentam queixa) não é difícil de acreditar que num casal homo, tendo em conta o medo e a vergonha de ser discriminalizado leva a que a vítima se cale...

Para mim, mais uma vez mostra que nada é diferente entre um casal gay ou hetero, e que não é solução por parte de quem defende os direitos da comunidade LGBT, esconder aquela que é muito provavelmente a realidade de muitos casais gays. Aliás, consegue-se a igualdade tratando de igual forma as coisas boas e más que acontecem na comunidade LGBT, pois nós SOMOS IGUAIS a todos os outros casais por esse paí fora...

Para o mais curiosos podem ler toda a notícia em: http://criasnoticias.wordpress.com/2009/07/13/violencia-entre-casais-gay-e-maior-do-que-entre-heterossexuais/

sinto-me: contra a violência!
publicado por cristms às 11:47
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quinta-feira, 2 de Julho de 2009

"Foda-se" à homofobia

Um clip da cantora Lilly Allen, "Fuck You", tem sido mote para surgirem várias versões como uma forma de luta contra a homofobia e mostrando de uma forma descontraída e divertida de que a homofobia é uma postura retrógada. Fica a última versão conhecida, versão do Brasil, e algumas das demais versões!

Enjoy it!

Versão brasileira:

 

Versão francesa:

Primeira versão, by steviebeebishop:

sinto-me: esfodaçado
publicado por cristms às 11:03
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Sábado, 20 de Junho de 2009

Coisas de Ser Gay

 Há certas coisas na vida de um casal gay, que mesmo com situação estável e assumidos, mesmo vivendo juntos há quase 7 anos, mesmo assim, tem que se enviar uma sms destas:

"A., hoje não vou poder ir trabalhar. Um familiar meu precisa de auxílio urgente para ir ao hospital. Desculpa."

O "A." é o chefe... O familiar é o lindo... Felizmente o caso não era grave e o meu boss costuma ser compreensivo... Mas, e se assim não fosse??? E se o lindo precisasse de assistência? Muitas pessoas não percebem o porquê da importância do casamento, pois esta é uma das situações que temo... Um dia eu ou ele precisarmos e não podermos, pelo menos oficialmente, porque não nos são concedidos esses direitos... É triste, mas é assim!

 

:-S

 

sinto-me: pensativo
publicado por cristms às 00:47
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|



referer referrer referers referrers http_referer

Lisbon Apartment for rent/holidays
- Gay Friendly -

OS MAIS LIDOS

 

1.FOTOGRAFIA... Ao PÉNIS!
2.DEPILAÇÃO MASCULINA
3.AUTO-PENETRAÇÃO/FELAÇÃO
4.SEXO GAY
5.PRAIAS DE NUDISMO (ALGARVE) 
6.COMO É QUE UM TRAVESTI ESCONDE O PÉNIS?
7.POPPERS
8.SEXO A 3 OU MAIS...
9.GOSTAR DE HOMENS + VELHOS
10.SADOMASOQUISMO
11.VERÃO :: PRAIA :: NUDISMO
Última Act.: 12-08-2009

 

 

English Version



Free Web Counters

Adicionar a Favoritos




Email do Blog

BlogSerGay@Hotmail.com

OS MAIS LIDOS

 

1.FOTOGRAFIA... Ao PÉNIS!
2.DEPILAÇÃO MASCULINA
3.AUTO-PENETRAÇÃO/FELAÇÃO
4.SEXO GAY
5.PRAIAS DE NUDISMO (ALGARVE) 
6.COMO É QUE UM TRAVESTI ESCONDE O PÉNIS?
7.POPPERS
8.SEXO A 3 OU MAIS...
9.GOSTAR DE HOMENS + VELHOS
10.SADOMASOQUISMO
11.VERÃO :: PRAIA :: NUDISMO
Última Act.: 12-08-2009

 

 

Google Earth GAY


(Se não tens o Google Earth, faz download AQUI e depois basta clicar nos links abaixo)
BARES
O Bico, Gayleria - Lisboa

Meeting Point - Lisboa

106 - Lisboa

HERÓIS - Lisboa

PORTAS LARGAS - Lisboa

BRIC A BAR- Lisboa

FINALMENTE - Lisboa

MAX - Lisboa

DISCOTECAS
TRUMPS - Lisboa

FRÁGIL - Lisboa

MISTER GAY - Costa da Caparica

PRAIAS
FONTE DA TELHA - Costa da Caparica

Praia 19 - Costa da Caparica

MECO - Aldeia do Meco


COSTA VICENTINA

Praia do Malhão

Praia de Odeceixe

Praia de Vila Nova de Mil Fontes

 


ALGARVE

Praia da Ilha Armona

Praia Pinheiros

Praia Cabanas Velhas

Praia Meia Praia

Praia das Furnas

Praia do Zavial

Prainha

Praia Beliche

Praia Grande

SAUNAS
GRECUS - Lisboa

SPARTACUS - Lisboa

TROMBETA BATH - Lisboa

RESTAURANTES
PÔE-TE NA BICHA - Lisboa

BICA DO SAPATO - Lisboa

BRASILEIRA - Lisboa

ALOJAMENTO
AS JANELAS VERDES - Lisboa

Hotel ANJO AZUL - Lisboa


LINKS
Ovelha Tresmalhada
Cinema Gay
Provoca-me!!!
Sexual Feeling
Perfeito Vazio
Eu por aqui...gay
O Mundo Gay (quase) Perfeito
Comportamentos de um rapaz difícil
Me Myself And I
Adolescente Gay
Histórias de Un Mira
Confissões aos (quase) 30
Tongzhi
Minha Luz
WhyNotNow
ALL OF ME
só mais uma gayja
Herejes
2 Homens 1 Vida
O outro lado
O Meu Lado B
Sapato de Cristal
MOGAYDOURO
Felizes Juntos
Nunca caí aqui
As faces de Morgan/a...
Individual(mente)
David e Marco
LusoBoy
DE CORPO E ALMA
FARPAS e BITAITES
VERSATILIDADES
HOMEM, HOMOSSEXUAL e PAI
Je Bois
Blog do Armário
Nuba
H2OMENS
O Sétimo Continente
CO-MYX-TURA
Boyzitu
[NobodysBitcho]
Blog Gay
Single White Male
ALGARVE GAY
MADONNA
GAYLERIA

LISTA COMPLETA


TAGS

à mesa(6)

adopção(47)

amigos(35)

amor(72)

artistas(131)

associações lgbt(22)

bares gay(39)

bissexualidade(15)

blog(89)

bullying(5)

casamentos(148)

casamentos gay(125)

cinema(29)

com out(19)

comentario off the record(12)

compras(20)

concursos(20)

contar aos pais(40)

discriminação(219)

educação(17)

elementos de prazer(17)

encontros(13)

eventos(17)

eventos lgbt(28)

família(99)

Família(29)

filmes(22)

filmes gay(10)

fotografia(20)

gay(320)

gay friendly(6)

hiv(9)

homofobia(142)

homoparentalidade(45)

homossexual(259)

homossexualidade(328)

humor(98)

igreja(11)

igualdade(14)

imprensa(36)

informática(5)

jantar convívio(9)

lazer(7)

lésbicas(51)

lgbt(25)

literatura(19)

livros(22)

moda(12)

movimentos gay(6)

música(35)

noite(103)

notícias(281)

Notícias(27)

nutricionismo(7)

o casamento dos lindos(33)

o psi responde(20)

off the record(7)

orientação sexual(7)

partilha-te(6)

passatempos(21)

pensamentos(18)

perguntas(48)

pessoal(442)

poemas(6)

poesia(6)

política(68)

power man 2010(13)

preconceito(11)

psicologia(36)

publicidade(55)

relação(110)

Relação(18)

religião(12)

restaurantes(19)

revista(12)

roupa(7)

roupa interior(6)

saír do armário(34)

sandy(11)

saúde(92)

ser gay(12)

sexo(285)

sexo anal(12)

sexologia(55)

sexualidade(156)

sexy(13)

sida(11)

sociedade(262)

sondagens(45)

teatro(43)

teatro amador(9)

televisão(79)

Televisão(10)

tita(6)

trabalho(32)

transgéneros(18)

transsexuais(26)

travestis(13)

viagens(94)

vídeos(110)

todas as tags

Pub...

<-- PUB -->
O blog em nºs...


Arquivos

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Junho 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Janeiro 2004

Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


subscrever feeds

pesquisar