Quinta-feira, 26 de Março de 2009

Solteiros ou União de Facto???

Quando chega a altura de entregar o IRS, eu e o lindo, ponderamos sempre entregar o IRS como solteiros ou com União de Facto. Agora, com o simulador posto à disposição pelo site das Declarações Electónicas, é muito fácil ver as vantagens, no que concerne ao IRS, qual das situações é mais vantajosa para o casal. Assim fiz: fiz a minha declaração e simulei, e teria a receber pouco mais de 500 euros; fiz a declaração do lindo e simulei, e teria a pagar pouco mais de 500 euros; por último, fez a declaração com União de Facto e o resultado foi: pagar pouco mais de 500 euros. Ora se havia dúvidas em qual a modalidade a seguir na entrega do IRS o simulador não deixou margem para dúvidas, ou seja, vamos entregar como solteiros. POr curiosidade simulei também para o estado civil "casados", e o valor é idêntico ao da "União de Facto". Afinal, parece que só deve compensar outro estado que não o de solteiro quando existem dependentes a nosso cargo.

 

sinto-me: pobre...
publicado por cristms às 16:35
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De Alexandre a 26 de Março de 2009 às 18:36
Sentes-te POBRE???!!!!

(segurem-me, que me vou a ele...)


(risos)


De QJ a 30 de Março de 2009 às 12:09
bom dia!

para o fisco, o que interessa é como cobrar imposto. o ser-se casado ou em união de facto, para o fisco é exactamente a mesma coisa, pois será sempre o rendimento do casal. tirando a parte de aldrabar a declaração, o receber, passa sempre pela questão das despesas do casal em comparação com os lucros que se tem, isto é claro visto de uma forma bastante redutora e sintética.

boa semana


De João Paulo a 5 de Abril de 2009 às 11:30
Bom dia,
Em primeiro lugar convém recordar que só se "recebe" IRS que já se pagou... ou seja que já foi descontado durante todo o ano ao nosso ordenado. Uma das situações em que a entrega conjunta é interessante é quando os rendimentos das duas pessoas são muito diferentes, pois nesse caso aplica-se uma taxa maior às retenções na fonte de um deles durante todo o ano, e quando se faz as contas conjuntas a retenção revela-se demasiado elevada.
Não tem nada a ver com ser casal rico ou pobre...
Já agora: algum cuidado em documentar benefícios fiscais e outras deduções (e.g. farmácia, rendas, etc...) ao longo do ano pode fazer a diferença na altura de entregar a declaração.


Comentar post


TAGS

à mesa(6)

adopção(47)

amigos(35)

amor(72)

artistas(131)

associações lgbt(22)

bares gay(39)

bissexualidade(15)

blog(89)

bullying(5)

casamentos(148)

casamentos gay(125)

cinema(29)

com out(19)

comentario off the record(12)

compras(20)

concursos(20)

contar aos pais(40)

discriminação(219)

educação(17)

elementos de prazer(17)

encontros(13)

eventos(17)

eventos lgbt(28)

família(99)

Família(29)

filmes(22)

filmes gay(10)

fotografia(20)

gay(320)

gay friendly(6)

hiv(9)

homofobia(142)

homoparentalidade(45)

homossexual(259)

homossexualidade(328)

humor(98)

igreja(11)

igualdade(14)

imprensa(36)

informática(5)

jantar convívio(9)

lazer(7)

lésbicas(51)

lgbt(25)

literatura(19)

livros(22)

moda(12)

movimentos gay(6)

música(35)

noite(103)

notícias(281)

Notícias(27)

nutricionismo(7)

o casamento dos lindos(33)

o psi responde(20)

off the record(7)

orientação sexual(7)

partilha-te(6)

passatempos(21)

pensamentos(18)

perguntas(48)

pessoal(442)

poemas(6)

poesia(6)

política(68)

power man 2010(13)

preconceito(11)

psicologia(36)

publicidade(55)

relação(110)

Relação(18)

religião(12)

restaurantes(19)

revista(12)

roupa(7)

roupa interior(6)

saír do armário(34)

sandy(11)

saúde(92)

ser gay(12)

sexo(285)

sexo anal(12)

sexologia(55)

sexualidade(156)

sexy(13)

sida(11)

sociedade(262)

sondagens(45)

teatro(43)

teatro amador(9)

televisão(79)

Televisão(10)

tita(6)

trabalho(32)

transgéneros(18)

transsexuais(26)

travestis(13)

viagens(94)

vídeos(110)

todas as tags


Arquivos

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Junho 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Janeiro 2004

Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


subscrever feeds

pesquisar