Segunda-feira, 2 de Novembro de 2009

O eterno silêncio...

Depois de contar aos meus pais sobre a minha homossexualidade, vivemos numa aparente normalidade, embora nada estivesse bem. O meu pai nunca mais abordou o assunto, e a minha mãe, quando os visitava à terrinha, lá desabafava um pouco comigo, partilhando a dor que sentia por não poder desabafar com o meu pai sobre o assunto. Sim, porque à assuntos que pura e simplesmente não dão para ser discutidos ou conversados... Passei então - e depois de adoptar a mesma técnica (fazer de conta que nada se passava) - a falar por meio de acções... Reduzi drasticamente as minhas visitas, reduzi os telefonemas, reduzi aos mínimos a minha relação com eles. Eles notaram, principalmente a minha mãe que acabou por ser a vítima deste duro processo... Mas no fundo sabia que ela me apoiava e que entendia as minhas acções... Mas foi no Natal do ano de 2005 se não estou em erro, que dei a golpada final: decidi passar o Natal por cá, acompanhado do lindo, no ano em que o meu irmão também ia passar com a família da minha cunhada, ou seja, eles passaram o Natal sozinhos na aldeia. Custou-me muitoooooooo... Muito mesmo... E a eles também lhes custou muito... Mesmo assim, no dia de Natal, e porque o lindo ia trabalhar, decidi aparecer de surpresa para almoçar com eles. Nunca me hei-de esquecer a cara deles quando me viram dentro de casa: a minha mãe ficou de boca aberta e o meu pai também, e ele teve o impulso de me vir abraçar o que é muito raro acreditem. Foi, e continua a ser dos momentos mais marcantes da minha vida, e ainda hoje não consigo contar o episódio sem ficar com os olhos húmidos, como estão neste preciso momento. Esse Natal foi a golpada final para o meu pai entender que algo tinha que mudar, e de facto, no ano seguinte, mês após mês o meu pai deu passinhos (grandes) para chegarmos ao ponto em que estamos hoje: todos em família.
Mas este post é sobre aquele silêncio que por vezes se perpétua uma vida inteira nas nossas vidas, sobre um determinado assunto incómodo: primeiro por conveniência e depois por hábito. E a este respeito partilho mais uma das histórias do livro Partilha-te, que tenho vindo a falar. Desta vez trata-se da história do Raim e que apenas transcrevo sem nenhum comentário:

 

Vivo em Lisboa, sou homossexual, muçulmano e aos 17 anos os
meus pais, depois de verem que eu tinha umas brochuras da ILGA,
perguntaram-me da forma directa como encaram a vida:
- És gay?
- Sim sou - respondi da forma directa com que eles me ensinaram
- Isso daqui a uns tempos passa... - disse o meu pai
Fiz um ar de quem não estava a perceber, e a minha mãe já
angustiada remata
- Não queres ter uma família?
-...pensei que já tivesse uma. - Respondi
Depois desta resposta mantém-se o silêncio sobre este assunto até
hoje.
O resto continua igual.
Raim
28 Anos

 

publicado por cristms às 17:15
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De Speedy a 2 de Novembro de 2009 às 22:52
forte a resposta... devastador o silêncio


De Pedro D. a 3 de Novembro de 2009 às 01:25
Olá! Sim sem dúvida uma resposta que cria todos os silêncios possíveis.
Dei por acaso com o teu blog, irei segui-lo, sem dúvida.
felicidades

Pedro
Coimbra


De M. a 3 de Novembro de 2009 às 19:03
genteeeee...
sei que to no espaço errado, mas queria compartilhar com vocês uma super descoberta que eu fiz....
um lubrificante incrivel...
ele é chamado OLEO DE COCO e é vendido pela empresa www.dr-organico.com.br
na verdade ele funciona como lubrificante entre outras coisinhas aiii...
aconselho a TOOOOOOOOOOODOS
prooovem e comproveeem
beeeijo


De Christian a 7 de Novembro de 2009 às 03:27
"Pensei que já tivesse uma"

Fiquei :O quando li isso.

Credos, eu ainda n contei, só a um numero reduzido de amigos... Mas, poças! Que grande resposta, mesmo :O


Comentar post


TAGS

à mesa(6)

adopção(47)

amigos(35)

amor(72)

artistas(131)

associações lgbt(22)

bares gay(39)

bissexualidade(15)

blog(89)

bullying(5)

casamentos(148)

casamentos gay(125)

cinema(29)

com out(19)

comentario off the record(12)

compras(20)

concursos(20)

contar aos pais(40)

discriminação(219)

educação(17)

elementos de prazer(17)

encontros(13)

eventos(17)

eventos lgbt(28)

família(99)

Família(29)

filmes(22)

filmes gay(10)

fotografia(20)

gay(320)

gay friendly(6)

hiv(9)

homofobia(142)

homoparentalidade(45)

homossexual(259)

homossexualidade(328)

humor(98)

igreja(11)

igualdade(14)

imprensa(36)

informática(5)

jantar convívio(9)

lazer(7)

lésbicas(51)

lgbt(25)

literatura(19)

livros(22)

moda(12)

movimentos gay(6)

música(35)

noite(103)

notícias(281)

Notícias(27)

nutricionismo(7)

o casamento dos lindos(33)

o psi responde(20)

off the record(7)

orientação sexual(7)

partilha-te(6)

passatempos(21)

pensamentos(18)

perguntas(48)

pessoal(442)

poemas(6)

poesia(6)

política(68)

power man 2010(13)

preconceito(11)

psicologia(36)

publicidade(55)

relação(110)

Relação(18)

religião(12)

restaurantes(19)

revista(12)

roupa(7)

roupa interior(6)

saír do armário(34)

sandy(11)

saúde(92)

ser gay(12)

sexo(285)

sexo anal(12)

sexologia(55)

sexualidade(156)

sexy(13)

sida(11)

sociedade(262)

sondagens(45)

teatro(43)

teatro amador(9)

televisão(79)

Televisão(10)

tita(6)

trabalho(32)

transgéneros(18)

transsexuais(26)

travestis(13)

viagens(94)

vídeos(110)

todas as tags


Arquivos

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Junho 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Janeiro 2004

Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


subscrever feeds

pesquisar